Vitamina E e seus benefícios Leave a comment

O que é?

Assim como a maior parte das vitaminas, o corpo humano não produz o tocoferol, também conhecido como vitamina E. Ou seja, essa vitamina é obtida através do consumo de alimentos. Ela é importante devido a sua atuação como antioxidante, garantindo uma série de benefícios ao corpo humano.

 

Principais benefícios da vitamina E

Entre os benefícios oferecidos pela vitamina E estão:

  • Combate aos radicais livres: isso significa que a sua ingestão reduz as chances de termos doenças degenerativas, tais como a Esclerose Natural Amiotrófica e a Doença de Alzheimer. O mesmo se aplica às doenças cardiovasculares.
  • Auxilia na saúde dos olhos: recebe o nome de mácula uma parte da retina que nos ajuda a enxergar os detalhes de uma imagem. O consumo regular de vitamina E reduz as chances de desenvolvimento de problemas na mácula, bem como de outras doenças, como a catarata, por exemplo.
  • Previne a pré-eclâmpsia em mulheres grávidas: estudos realizados pela UFPE mostram que a vitamina E tem sido eficiente para evitar o estresse que pode ocasionar o aumento do tamanho da placenta, contribuindo para a redução dos casos de eclampsia.
  • Combate o envelhecimento: devido a sua ação como antioxidante, a vitamina E costuma ser usada em procedimentos estéticos cujo objetivo seja combater o envelhecimento celular.

 

Alimentos que contêm a vitamina E

Muitos óleos vegetais são fonte de vitamina E. É o caso, por exemplo, dos óleos de girassol e cártamo. Sementes também possuem boa quantidade dessa vitamina, como o girassol, a avelã, as nozes, o amendoim e as amêndoas.

Uma boa notícia é que a vitamina E não engorda, apesar de estar presente em alimentos que possuem mais calorias.

 

Que problemas de saúde podem ser ocasionados pela deficiência de vitamina E?

É incomum que as pessoas apresentem deficiência de vitamina E. Mas isso pode ocorrer, especialmente nos casos em que se tenha problemas de absorção dos nutrientes pelo intestino. As doenças mais comuns que podem gerar esse transtorno são a fibrose cística e a síndrome do intestino curto.  Pessoas que apresentem deficiência dessa vitamina têm maiores chances de desenvolverem doenças degenerativas, bem como do coração. Isso porque a vitamina E auxilia no processo que evita a obstrução dos vasos sanguíneos.

Também são comuns os seguintes sintomas: fraqueza, variados problemas de vista, baixa imunidade, dificuldades para caminhar e/ou se equilibrar, entre outros.

Um exame de sangue costuma ser decisivo para determinar se determinado sintoma está conectado à deficiência de vitamina E ou não. Procure seu médico, caso tenha dúvidas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *