acido ursolico

Ácido ursólico Leave a comment

Ácido ursólico – Preservar a nossa saúde nunca é demais, principalmente quando isso está atrelado à nossa qualidade de vida. Dessa forma, cientistas descobrem, constantemente, várias substâncias capazes de nos ajudar nesse quesito, fazendo termos conhecimento de quais alimentos e precisamos ingerir, a fim de ter uma vida mais saudável e longeva.

Uma dessas substâncias, que inclusive ainda protagoniza vários estudos acerca de suas propriedades, é o ácido ursólico. Nesse texto falaremos mais desse elemento, passando por suas propriedades, seus benefícios, e quais são os alimentos que a contém.

O que é o ácido ursólico?

Para muitas pessoas que compartilham do senso comum, os ácidos são substâncias tóxicas com as propriedades de corroerem várias coisas, e por isso devemos manter distância. Contudo, isso não é bem verdade, e essa é uma característica de um pequeno número desse tipo de elemento.

Essencialmente, os ácidos são substâncias que apresentam um pH abaixo de 7, e alguns podem ser altamente benéficos para a nossa saúde. Dentre esses está o ácido ursólico, um composto natural encontrado em várias plantas e vegetais que, segundo estudos recentes, pode trazer variados benefícios para os seus consumidores.

Para que serve o ácido ursólico?

Muitos alimentos do nosso dia a dia possuem uma quantidade significativa de ácido ursólico em sua composição. Dessa forma, a partir do consumo desses elementos, os indivíduos podem obter diversos benefícios, os quais são, principalmente:

Prevenção do câncer:

Alguns estudos recentes apontam que o ácido ursólico pode ter papel importante na prevenção da doença que mais mata em todo o mundo. Isso ocorre pelo fato de que a substância (juntamente com todos os seus derivados), inibem o crescimento de novos vasos sanguíneos no corpo, ação que muitas das vezes favorece o crescimento de células cancerígenas e seus espalhamento em várias localidades do nosso corpo.

Tratamento da Diabetes:

Outra propriedade atrelada é o ácido ursólico é o seu auxílio no tratamento da diabetes. Uma doença bastante comum nos dias atuais, a diabetes é caracterizada pelos níveis elevados de glicose no sangue. A substância em questão tem efeito direto na insulina, composto responsável por absorver as moléculas de glicose no sistema circulatório do organismo humano.

Trata a atrofia muscular:

A atrofia muscular é uma condição onde um indivíduo, por ficar muito tempo utilizar m músculo ou uma parte do corpo, tem seu músculo atrofiado e, por isso, não consegue movimenta-lo e este não possui a força necessária, mesmo que para funções primordiais. Por ter atuação diretamente ligadas às fibras musculares, o ácido ursólico trata esse tipo de condição, fazendo com que os músculos consigam voltar para como era antes.

Promove uma maior queima de gordura:

O ácido ursólico possui princípios ativos capazes de estimular a produção da proteína quinase. Esta, por sua vez, auxilia diretamente em um aumento da velocidade das reações químicas ocorridas no organismo. Dessa forma, todo nosso metabolismo funciona de maneira mais rápida, o que estimula uma maior queima de gordura, além de um sistema digestivo mais eficiente.

Além disso, a substância propicia uma maior liberação do hormônio do crescimento, a insulina tipo 1, o que contribui em uma maior facilidade e eficiência em perda de peso, já que nossas células são estimulas a queimar gordura como fonte de energia alternativa para o corpo.

Ganho de massa muscular:

Todo indivíduo que pratica atividades físicas voltadas para a hipertrofia, como a musculação, sabe que a queima de gorduras e um ganho de massa muscular são fatores intimamente associados. Dessa forma, por motivos e reações bastante similares ao do item anterior, o ácido ursólico promove, para indivíduos praticantes de exercícios físicos intensos, uma maior facilidade no crescimento de fibras musculares.

Além dos processos já citados, a substância também contribui para um aumento nas concentrações de uma proteína constituída de aminoácidos chamados rapamicina, os quais são naturalmente constituintes dos músculos no corpo humano.

Efeito anti-inflamatório:

O ácido ursólico ainda possui efeitos anti-inflamatórios, e pode ser usado para combater algumas doenças relacionadas a bactérias que causam esse tipo de condição. Além disso, alguns remédios, óleos e produtos da indústria farmacêutica usam esse composto a fim de inibir sintomas de algumas inflamações, como a dor de garganta.

Efeito antioxidante:

A oxidação é um processo natural que ocorre com todas as coisas que estão presentes na atmosfera do nosso planeta. Basicamente, consiste no lento depósito de moléculas de oxigênio nesses elementos, o que gera resultados indesejados, como a ferrugem. Em seres humanos, o processo de oxidação ao longo do tempo promove um processo inimigo da beleza: o envelhecimento. É este o acontecimento responsável pelas rugas e pela flacidez da pele com o passar dos anos.

Embora não possa ser interrompido, esse processo pode ter sua velocidade diminuída. Isso ocorre a partir da ingestão contínua de substâncias antioxidantes, as quais combatem os radicais livres (oxigênios).

Alimentos ricos em ácido ursólico

Diante dos benefícios supracitados nos itens anteriores, é notável que uma dieta com maior incidência de ácido ursólico pode contribuir para uma melhor saúde do corpo humano. Desse modo, é proveitoso ter o conhecimento de quais são os alimentos ricos nesse tipo de substância:

  • Manjericão: Muito utilizado em várias receitas culinárias no Brasil, o manjericão é uma fonte considerável de ácido ursólico;
  • Mirtilos: Um dos alimentos comuns do nosso dia a dia que mais possuem substância antioxidantes é o mirtilo, incluindo o ácido ursólico;
  • Amora: A pequena fruta de coloração roxa escura e sabor agradavelmente doce também é uma ótima fonte de ácido ursólico;
  • Maçã: Provavelmente uma das frutas mais consumidas em todo o mundo, a maçã possui grande quantidade da substância em sua composição, situada principalmente em sua casca;
  • Ameixas: Além de possuir uma grande variedade de vitaminas, incluindo as do complexo A, C e K, as ameixas também contém um alto teor de ácido ursólico;
  • Erva sálvia: A planta originária das regiões mediterrâneas é, sem dúvida, o alimento com maior concentração de ácido ursólico;

Estudos com Ácido Ursólico

A fim de comprovar os benefícios obtidos através do ácido ursólico, são conduzidos vários estudos e pesquisas tendo a substância como protagonista. A título de exemplo, podemos citar a pesquisa responsável por descobrir, pela primeira vez, os benefícios primários da substância. Cientistas de Iowa, nos Estados Unidos, conduziram estudos a fim de analisar os elementos responsáveis pela atrofia muscular. Da mesma forma, analisaram posteriormente as substâncias com efeito exatamente contrário, onde o ácido ursólico foi o mais promissor.

Há também outros estudos importantes envolvendo essa substância, tendo como dos mais notórios o conduzido por pesquisadores brasileiros e publicado no Obesity Reviews, em janeiro de 2017. Este visou observar os efeitos do ácido ursólico em relação à queima de gordura corporal. Além de apresentar resultados promissores nesse quesito, ainda foram observados efeitos anti-inflamatórios e anti-oxidantes.

Ácido ursólico onde comprar

O ácido ursólico é uma substância que pode ser encontrada em vários alimentos do nosso dia a dia. Contudo, nem sempre temos tempo disponível para mantermos uma dieta saudável e balanceada. Diante disso, a indústria farmacêutica e de suplementos disponibiliza vários produtos a base dessa substância, para suprir as necessidades de seus consumidores.

Ácido ursólico preço

Como é possível encontrar uma quantidade variada de produtos baseados em ácido ursólico, o valor desta substância não pode ser estipulado a partir de um número exato. Além disso, o preço pode variar de acordo com o estabelecimento escolhido para a compra.

Contudo, há uma média em relação a esses valores. Para a substância feita de forma manipulada e isolada, o preço médio é de R$ 210,00 o frasco contendo 90 cápsulas de 300mg. Em caso de suplementos a base do ácido ursólico, estes possuem um preço médio de R$ 240,00 o frasco também com 90 cápsulas, mas em conjunto com outros nutrientes essenciais no ganho de massa muscular.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *