cardapio reeducação alimentar

Cardápio Reeducação alimentar e exercícios Leave a comment

Cardápio Reeducação alimentar e exercícios – A busca por uma vida mais saudável é algo constante na vida de milhões de pessoas em todo o mundo. Dessa forma, principalmente com o intuito de perder peso, muitas pessoas recorrem a métodos perigosos e que podem trazer vários malefícios, como ficar sem comer por muito tempo, comer muito pouco ou consumir apenas alimentos tidos como nutritivos, como frutas e verduras.

Contudo, estas técnicas não são a melhor maneira de conseguir uma perda de peso. Por outro lado, o que um indivíduo na busca pelo emagrecimento e uma melhor qualidade de vida deve procurar é a reeducação alimentar, a qual, em conjunto com exercícios físicos, pode trazer benefícios imensuráveis.  

O que é a reeducação alimentar? 

Basicamente, a reeducação alimentar consiste em um conjunto de novos hábitos e técnicas alimentares no dia a dia, as quais permitem que o indivíduo consuma as quantidades necessárias de nutrientes, sem exageros, sejam eles para baixo ou para cima.

Além de propiciar uma conseqüente perda de peso, principalmente para pessoas que mantém hábitos alimentares exagerados, uma reeducação alimentar propicia uma maior qualidade de vida. Isso se deve ao fato de que, ingerindo os nutrientes em níveis ideais, sentimos os efeitos em nosso corpo, uma sensação maior de bem-estar, mais energia e, literalmente, mais felicidade.

Majoritariamente, uma reeducação alimentar envolve, antes de qualquer coisa, três pilares importantes, os quais devem ser estritamente seguidos pelos indivíduos. Esses três passos são:

  • Beber dois litros de água diariamente: A água é uma das substâncias mais importantes para a manutenção da vida humana. Isso ocorre pelo fato de que esse líquido auxilia em várias reações no nosso organismo e dentre eles está a desintoxicação, bastante importante para o processo de reeducação alimentar;
  • Comer de 3 em 3 horas: Vários nutricionistas e especialistas da área dizem que, para uma alimentação saudável, devemos comer de 3 em 3 horas. Tal tempo é justificado pelo fato de que esse é o tempo o qual nosso organismo precisa para usar os nutrientes e energia presente no alimento consumido;
  • Aprender a comer alimentos saudáveis: Legumes, sopas, bife de fígado. Todos estes são alimentos bastante rejeitados pelo público em geral, mas que possuem nutrientes e vitaminas altamente importantes para o pleno funcionamento do nosso organismo. Dessa forma, é importante reeducar o paladar, de forma a conseguir comer esses alimentos. Uma dica é começar em um nível gradual, até que nossas papilas gustativas se acostumem com aquele sabor;

Cardápio para a reeducação alimentar

Como já vimos os benefícios que podem ser trazidos através de uma reeducação alimentar, onde temos uma dieta saudável e equilibrada, é importante dar para o leitor um exemplo de um cardápio diário, especializado na reeducação alimentar:

  • Café da manhã (7:00): 1 pão integral com queijo branco, acompanhado de suco natural de abacaxi;
  • Lanche 1 (10:00): Um iogurte natural e uma pêra;
  • Almoço (13:00): Uma coxa de frango grelhada, uma colher (sopa) de macarrão cozido, refogado de tomate, cebola e berinjela. Para sobremesa, uma laranja;
  • Lanche 2 (16:00): Uma banana e cinco nozes;
  • Jantar (19:00): Uma posta de namorado (peixe) assado no forno, juntamente a batatas e cenouras. Para sobremesa, uma maçã;
  • Ceia (22:00): Suco natural de laranja e meio pão integral com manteiga;

Exercícios – dicas

Além da reeducação alimentar, a prática de atividades físicas também pode ser uma grande aliada a uma vida melhor e mais saudável. Dessa forma, podemos dar algumas dicas referentes a essas práticas:

  • Pratique gradativamente: Para quem não tem o costume em praticar exercícios físicos, estes podem ser um grande desafio para o nosso corpo. Diante disso, é importante que sejamos gradativos, não exigindo de nós mais do que agüentamos;
  • Exercícios aeróbicos: A fim de queimarmos mais calorias e conseguir mais resistência, os exercícios aeróbicos são os mais indicados. Estes podem ser exemplificados em práticas comuns, como caminhadas, corridas ou mesmo andar de bicicleta;
  • Consulte um profissional: Cada um de nós temos organismos diferentes, o que faz com que precisamos de diferentes hábitos e práticas para uma vida saudável. Desse modo, é importante consultar profissionais da área, como os educadores físicos, a fim de começar a praticar esses tipos de exercícios;
  • Pratique esportes: Muitas pessoas se sentem incapazes de realizar atividades físicas, alegando que estas são muito monótonas. Uma forma de resolver isso é com a prática regular de esportes, que funcionam como exercícios físicos e como divertimento;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *