Mostrando todos os 16 resultados

Sem nenhuma dúvida, a Glutamina é um dos suplementos alimentares mais utilizados por praticantes de atividades físicas em todo o mundo. Isso se deve às várias características dessa substância, fazendo-a com que seja uma das mais benéficas para esse grupo.

No entanto, se perguntarmos a uma pessoa que faz o uso de Glutamina quais são as suas propriedades, o que ela é e quais são os exatos benefícios que ela pode trazer para o organismo, provavelmente receberemos respostas incompletas. Por esse motivo, falaremos agora mais a fundo sobre essa substância, falando sobre os seus efeitos no organismo, propriedades, dentre outras informações importantes e interessantes.

O que é a Glutamina?

O mercado Fit vem crescendo cada dia mais e a cada ano com produtos mais eficientes e poderosos. Com a Glutamina isso não é diferente. Este suplemento é um aminoácido não essencial, ou seja, é produzido naturalmente pelo nosso organismo. Apesar disso, as quantidades sintetizadas pelo nosso corpo não são capazes de oferecer todos os benefícios atrelados a esta substância.

Dessa forma, qual o objetivo de usar a Glutamina como um suplemento alimentar? Em condições naturais, a Glutamina é o aminoácido mais presente em nosso corpo. Só para se ter uma ideia, de toda a proteína atuante no organismo, aproximadamente 20% é formado por este aminoácido (lembrando que os aminoácidos são como os tijolos que “constroem” as proteínas).

Acontece que, apesar de ser produzido pelo organismo humano, quando praticamos atividades físicas intensas, tais como a musculação, a necessidade de algumas substâncias aumenta bastante, uma vez que nosso corpo está sendo colocado em uma posição de esforço máximo e, para conseguir suprir todas as reações químicas provocadas por esse motivo, é necessária uma quantidade bem maior de alguns nutrientes, principalmente aquelas relacionados com o tecido muscular.

E esta é exatamente a Glutamina, uma vez que tem envolvimento direto com a reconstrução e o crescimento muscular. Leia todo o conteúdo do artigo e saiba mais sobre essa substância!

Como tomar a Glutamina?

A glutamina é uma substância geralmente comercializada em sua forma em pó. Dessa forma, o seu consumo deve ser feito a partir de uma dissolução do produto puro em água, em uma proporção de aproximadamente 5 gramas para cada 150 ml de água.

Apesar de poder ser ingerido em qualquer momento do dia, o horário mais indicado para o consumo desse suplemento alimentar é logo depois do treino, onde devem ser tomadas 10 gramas de Glutamina, dissolvidas em aproximadamente 300 ml de água. A fim de saber qual a quantidade correta, 10 gramas se equivalem a duas colheres de sopa do pó.

Atualmente, muitos especialistas e atletas de fisiculturismo tem defendido o consumo da Glutamina em dois momentos do dia: logo depois do treino e antes de dormir, onde devem ser tomadas 5 gramas do produto em cada um desses momentos. Isso se confirma pelo fato de que, tomada logo após o treino, a Glutamina irá reconstruir os músculos de forma mais eficiente e, quando tomada logo antes de dormir, o aminoácido será mais facilmente absorvido pelo organismo e os benefícios obtidos a partir de suas propriedades serão consideravelmente maiores.

Efeitos colaterais de superdosagem de Glutamina?

A superdosagem acontece quando alguma pessoa, por acidente, desinformação ou mesmo por achar que os resultados serão maiores, toma uma grande quantidade de algum elemento de uma só vez. No entanto, em alguns casos isso pode se muito prejudicial para a nossa saúde.

Para o alívio de muitos, a Glutamina não possui nenhum efeito colateral se for tomada em quantidades maiores. O máximo que você poderá sentir é uma dor no estômago. No entanto, não caia na ilusão de que quantidade é qualidade. Se você tomar uma quantidade superior ao máximo indicado diariamente (15 gramas) e ao máximo indicado por dosagem (10 gramas) o seu corpo se livrará daquele excesso, ou seja, você estará jogando fora o seu precioso suplemento.

Glutamina antes de dormir? Por quê?

O catabolismo é um dos grandes problemas da musculação, principalmente para aquelas pessoas que desejam alcanças a hipertrofia. Basicamente, ocorre quando, por motivos de carência de nutrientes capazes de gerar energia, o corpo faz uso das substâncias formadoras dos tecidos musculares, fazendo com o que foi ganho com a prática de atividades físicas seja perdido em outro momento.

Dessa forma, para fugir do catabolismo a pessoa deve se alimentar, no mínimo, de 3 em 3 horas. No entanto, enquanto estamos dormindo isso é impossível. E aí, como impedir o catabolismo? Bom, isso pode ser feito se tomarmos a Glutamina antes de irmos para a cama! Isso se dá pelo fato de que, já que tem uma absorção lenta, a glutamina é utilizada pelo nosso corpo por muito tempo, reconstruindo os músculos e também servindo de energia para que o corpo não precise retirar dos próprios tecidos musculares.

Quais os efeitos colaterais e contraindicações da Glutamina?

A Glutamina é um aminoácido não essencial, ou seja, é naturalmente produzido pelo organismo humano. Dessa forma, os suplementos alimentares com base nessa substância, caso sejam de boa procedência e, como prometem, contenham apenas a glutamina em sua composição, não podem causar nenhum efeito colateral no corpo dos seus consumidores.

No entanto, caso você seja um indivíduo com diabetes, é importante evitar o consumo da substância, uma vez que a produção desse aminoácido nesses pacientes pode ser desequilibrada. É importante ressaltar que, em todos os casos, é altamente recomendável que a pessoa consulte um nutricionista, educador físico ou mesmo um profissional da área da saúde, a fim de saber quais são os melhores suplementos alimentares, a dosagem correta e várias outras dicas diretamente para o seu tipo físico. O Exame de Bioimpedância também pode ser uma boa alternativa para esses casos.

O que tomar: Glutamina ou BCAA?

É bastante comum encontrarmos pessoas que ficam em dúvida entre dois ou mais suplementos. E isso acontece bastante com a glutamina e com o BCAA. A Glutamina já foi bastante falada nesse texto e, provavelmente, você leitor já sabe o que é. No caso dos BCAAs, também chamados de aminoácidos de cadeia ramificada, são substâncias – e mais precisamente três (leucina, isoleucina e valina) – que possuem efeitos parecidos no organismo dos seus consumidores.

No entanto, o BCAA também pode ser relacionado com a perda de peso e com o fornecimento de energia. Em contrapartida, se comparado com a Glutamina, esse suplemento tem um eficiência menor na reconstrução muscular. Dessa forma, tudo irá depender dos seus objetivos.

Não é possível definir qual dos dois suplementos é melhor, e o mais indicado é que você consulte um educador físico, nutricionista, ou algum colega que já é experiente nessa área. Vale ressaltar que a Glutamina é produzida naturalmente pelo nosso organismo, enquanto os BCAAs devem ser ingeridos através de alimentos ou com a suplementação.

Benefícios da Glutamina

É evidente que todas as pessoas que fazem o uso de suplementos desejam extrair deste consumo os benefícios proporcionados por aquela substância. Por esse motivo, nesse tópico iremos falar de quais os possíveis efeitos positivos que podem ser obtidos a partir da suplementação com a Glutamina:

Reconstrução muscular:

O maior benefício da Glutamina é, sem nenhuma dúvida, a sua capacidade de reconstruir os músculos de pequenas lesões. Mas por que isso é importante? Pense bem: todas aquelas pessoas que praticam atividades físicas de alta intensidade, tais como a musculação, fazem esforços muito grandes, principalmente se avaliarmos os tecidos musculares.

Sendo assim, é comum que muitas fibras musculares se rompam e sofram pequenas lesões, as quais podem limitar o crescimento muscular e atrapalhar os resultados. Naturalmente, o corpo já trabalha para reconstruir essas estruturas, mas este pode ser um processo demorado. A Glutamina acelera esse processo e dá a ele mais eficiência, o que pode ser bastante benéfico para quem deseja alcançar a hipertrofia.

Fortalecimento do Sistema Imune:

Todas as pessoas em algum momento de sua vida já pegaram uma gripe, um resfriado ou mesmo tiveram uma dor de garganta. Mas o que essas condições têm em comum? Todas são causadas por microrganismo invisíveis a olho nu, os quais podem chegar ao nosso corpo por meio do ar.

Mas se eles estão no ar, qual o motivo de não estarmos gripados o tempo inteiro? Acontece que o nosso corpo possui um sistema chamado de sistema imunológico, um conjunto de órgãos e células responsáveis por combater esses microrganismos invasores. Essas estruturas necessitam de nutrientes e substâncias que as dão energia e força para continuar funcionando.

E uma dessas substâncias é justamente a Glutamina, que fortalece o nosso sistema imune e nos protege contra doenças virais e bacterianas.

Impede o catabolismo:

Como já falado anteriormente, no tópico “Glutamina antes de dormir? Por quê?”, o catabolismo é um acontecimento natural, mas que pode ser uma grande dor de cabeça para os praticantes de musculação. A Glutamina, por ser de lenta absorção, pode funcionar como uma substância anti-catabólica.  

Glutamina engorda?

Uma pergunta constante em todos os fóruns sobre suplementos alimentares é acerca se aquele produto engorda ou não. Isso é entendível, tendo em vista que a última coisa que qualquer praticante de atividade física deseja é ganhar gordura corporal. Mas a resposta para essa pergunta é bem simples: a Glutamina não possui nenhuma relação com o ganho de peso em gorduras localizadas e, pelo contrário, se você ganhou peso consumindo este suplemento, provavelmente isso se deve a um aumento da massa magra.

Isso se dá pelo fato de que a Glutamina é aminoácido, ou seja, um constituinte de cadeias proteicas e, por esse motivo, não possui calorias suficientes para motivar um ganho de gordura corporal. Nem em casos de superdosagem é possível observar um ganho significativo de gordura a partir do consumo de Glutamina.

Apesar disso, é sempre importante lembrar que todos os benefícios que podem ser obtidos com essa substância estão atrelados àquelas pessoas que praticam atividades físicas constantemente e, além disso, possuem uma dieta alimentar equilibrada e minimamente saudável. Caso você faça o uso da substância e seja uma pessoa sedentária, poderá experimentar um ganho de gordura.

Qual o preço da Glutamina?

É totalmente impossível estabelecer um preço para a Glutamina como um todo, tendo em vista que são disponibilizadas diferentes substâncias, com diferentes concentrações. Marcas mais bem vistas e famosas no mercado vendem os seus produtos com um preço mais elevado, enquanto marcas iniciantes ou que contam com menos prestígio nesse ramo comercializam os seus suplementos por um preço bem menor.

Além disso, a Glutamina é um suplemento muito famoso entre os praticantes de atividades físicas, o que abre espaço para a atuação de diferentes marcas com diferentes preços. É possível encontrar a Glutamina pelo preço de R$ 49,90, do mesmo modo que é possível encontrar produtos com preços mais salgados, podendo chegar até o valor de R$ 349,90.

O que você precisará fazer é avaliar qual é o custo x benefício daquele produto, ou seja, quais os benefícios que ele oferece pelo preço que este é disponibilizado. Para isso, consulte nutricionistas, educadores físicos ou mesmo consulte relatos na internet de pessoas que fizeram o uso daquele suplemento alimentar.

Glutamina comprar – Onde comprar a Glutamina?

Como já foi falado em outros momentos desse artigo, a glutamina é uma substância que pode ser bastante benéfica para o nosso organismo. Desse modo, vários leitores podem se interessar em comprar este suplemento.

Bom, a Glutamina é muito utilizada e, por esse motivo, pode ser encontrada em qualquer loja especializada em suplementos alimentares em todo o Brasil. No entanto, a melhor opção para você, sem nenhuma dúvida, é fazer a compra pelo portal online da NextFit Suplementos. Comprando conosco você pode economizar o seu dinheiro, já que oferecemos os melhores preços e condições do mercado, além de receber o seu suplemento no conforto de sua casa, sem precisar enfrentar o trânsito e outras complicações.

Melhores Glutaminas Nacionais

– Glutamina Probiotica

glutamina probiotica
glutamina probiotica

A Probiótica é uma das maiores indústrias de suplementos de todo o Brasil, sendo classificada como a maior desse ramo em toda a América Latina. Os seus mais de 30 anos de atuação nesse mercado fizeram com que a empresa garantisse uma identificação e uma confiabilidade com os seus consumidores. Dessa maneira, sem dúvida nenhuma, a Glutamina oferecida pela Probiótica é uma das melhores de procedência nacional. O seu preço pode variar bastante, tendo uma média que gira em torno de R$ 59,90 até R$ 79,90, dependendo da quantidade contida no pote.

– Integralmédica

A única indústria de suplementos alimentares nacional que possui um tempo de atuação superior ao da Probiotica é a IntegralMedica, com mais de 35 anos de atuação nesse ramo no Brasil. A empresa também está no topo da lista das maiores nessa área de toda a América Latina, sendo a patrocinadores de vários atletas que competem em alto nível. A Glutamina fornecida por essa marca é de altíssima qualidade, tendo um preço que pode variar entre R$ 39,90 até R$149,90.

– Max Titanium

glutamina max titanium

Com certeza a Max Titanium é uma marca com menor prestígio do que as citadas nos tópicos acima. No entanto, muito disso se deve ao tempo de atuação no mercado – que é consideravelmente menor – e não à qualidade dos suplementos produzidos pela marca. Pelo contrário, esta companhia possui vários prêmios nacionais e até internacionais de melhores produtos. O preço da Glutamina da Max Titanium possui uma média varia entre R$ 39,90 e R$ 129,90.

– Glutamina Vitafor

Glutamina Vitafor
Glutamina Vitafor

A Vitafor é uma marca de suplementos alimentares com atuação em vários segmentos de suplementos. Apesar de não ser muito conhecida do público possui uma boa qualidade em seus produtos, onde se destaca justamente a Glutamina. O preço do pote varia entre os valores de R$ 79,90 e R$ 99,90.

Melhores Glutaminas Importadas

Glutamina Universal

Glutamina Universal

Com certeza uma das marcas mais renomadas de todo o mundo no quesito de suplementos alimentares é a Universal, ganhadora de vários prêmios, principalmente quando o assunto são massas hipercalóricas. No entanto, a qualidade da Glutamina fornecida por essa companhia também é muito alta, e pode trazer todos os benefícios relacionados a esse aminoácido não essencial. Como é um produto importado e não produzido em terras brasileiras, é natural que possua um preço superior, mais precisamente em uma média de R$ 169,90, podendo chegar até valores mais altos em alguns estabelecimentos, como R$ 199,90.

Glutamina Optimum Nutrition

Famoso por produzir os melhores suplementos do mundo. Considerada uma linha de suplementos de Elite a Optmum Nutrition tem os melhores produtos do mercado e com sua glutamina não seria diferente. Então, se você pretende comprar um suplemento de uma marca diferencia sem sombra de dúvidas a Optimum Nutrition é a opção certa. O preço varia entre R$ 109,90 e R$ 169,90.

Glutamina Performance Nutrition  

Glutamina Performance Nutrition
Glutamina Performance Nutrition

Uma marca de reconhecimento internacional, a Performance Nutrition Science tem uma das linhas de suplementos mais tecnológicas de todo o mundo, sendo uma das escolhas preferidas de inúmeros médicos e nutricionistas devido a sua qualidade. Não é diferente com a sua Glutamina, a qual possui uma qualidade e concentração altíssimas, podendo proporcionar todos os efeitos positivos do aminoácido. O preço possui uma média de R$ 69,90 até R$ 79,90.

Glutamina Gaspari Nutrition

É uma marca pouco conhecida para o público brasileiro. No entanto, tem uma qualidade bastante acima da média, se equiparando aos produtos internacionais de maior valor.
É uma boa aposta para quem deseja resultados em menor espaço de tempo. Seu preço médio varia entre R$ 119,90 e R$ 129,90, dependendo do estabelecimento escolhido.

Motivos para consumir a Glutamina

Como já falado em outros momentos, a glutamina é um dos aminoácidos mais presentes no organismo humano. No entanto, o aumento dos seus níveis podem trazer benefícios inimagináveis para o nosso corpo. A seguir veremos alguns motivos para consumir a Glutamina que poderão ser decisivos no momento de escolha do seu suplemento alimentar.

1º Motivo

Envolve-se em praticamente todos os processos bioquímicos, desde a síntese da proteína até a desintoxicação. A glutamina é fonte de combustível principal do nosso sistema imune e com as milhões de células que constituem o nosso trato intestinal que é responsável por 40% do consumo das reservas de glutamina.

2º Motivo

O nosso organismo precisa de glutamina, pois a menor doença possível exige da mesma mais que ela consegue absorver seu estado. Uma enfermidade leve como a gripe já pode ser suficiente para baixar os níveis no corpo de glutamina, outras coisas que podem acontecer é ficar mais fraco o sistema imunitário, mau desempenho desportivo, aumento de massa gorda e perder a massa magra, tudo iso pode estar ligado ao baixo nível de glutamina.

3º Motivo

Quando estamos exercitando, nosso corpo entra em stress metabólico e com isso o corpo recorre às reservas de glutamina disponíveis. Sem esta síntese de mesma, nossas reservas de aminoácidos podem desaparecer em 7 horas ou menos, diversos estudos que quando estamos neste período o nosso corpo precisa de mais glutamina do que aquela que normalmente está disponível.

4º Motivo

A quantidade do uso em que nosso corpo faz da glutamina é proporcional a nossa intensidade da atividade física. Quanto mais treinarmos de forma intensa, maior será a nossa necessidade da glutamina. Segundo um estudo foi registrado indivíduos saudáveis perdendo massa magra e aumentando o stock de gordura após 4 semanas de treino intenso e isso devido a ter baixos níveis de glutamina.

5º Motivo

Os processos anabólicos necessitam da glutamina para manter elevados níveis de glutamina. A síntese de proteína é muito proporcional aos níveis de glutamina que possuímos nas células musculares. E quando os mesmos diminuem fica mais difícil a capacidade para se recuperar após o treino e construir o músculo.

6º Motivo

Ela é a principal percursora do mais potente antioxidante do nosso corpo, ela é responsável por garantir um bom funcionamento do nosso fígado e do ácido fólico, que combate a anemia e doenças cardiovasculares.

7º Motivo

Quando estamos doentes, a suplementação com a glutamina pode ser muito boa pois ela aumenta a quantidade de linfócitos-T em nosso sangue, são principais agentes defensores do nosso organismo, além do mais também ajudam a potencializar a função dos neutrófilos, que são classe de células do nosso sangue que fazem parte do sistema imunitário que destroem as bactérias.

8º Motivo

A glutamina é o principal meio de transporte do nitrogênio e da amônia do músculo até os órgãos viscerais e vice versa. A mesma possui 3 papéis na maioria dos órgãos, os quais:

  • Serve de intermediária no processo de desintoxicação;
  • É uma grande fonte de nitrogênio amida para biossíntese de importantes peptídeos;
  • Ela participa na formação das pirimidinas e das purinas, que são os blocos de construção do ADN e do RN;

9º Motivo

Em nosso Fígado a glutamina é usada na síntese da ureia e da glicose. Nosso cérebro utiliza a glutamina como um tipo de percussora dos nossos neurotransmissores, substâncias que são responsáveis pela comunicação entre célula.