Como tomar Dilatex

Como tomar Dilatex Leave a comment

Como tomar Dilatex

Como a maioria das pessoas, muitas pessoas fazem o uso de suplementos e outras substâncias que visam o melhor funcionamento de sistemas específicos do nosso corpo. Apesar de ser uma prática realizada por milhões de pessoas em todo o mundo, esta é muito atrelada àquele grupo de pessoas que fazem exercícios físicos, principalmente os de alta intensidade, como a musculação.

Dessa forma, com o desenvolvimento de novos métodos e técnicas para extrair e isolar algumas substâncias, constantemente se observa o surgimento de novos produtos que podem ser usados por essas pessoas. Ultimamente, um dos produtos que vem ganhando seu espaço no mercado e, consequentemente, popularidade entre os atletas e não atletas, é o Dilatex. Nesse artigo iremos falar sobre essa substância, os benefícios que podem ser obtidos através de seu consumo contínuo e à forma correta de consumi-la.

O que é o Dilatex?

Antes de falarmos sobre os benefícios e como consumir esse produto, é proveitoso falar sobre o que é, de fato, o Dilatex, a partir do quê ele é constituído e quais são as suas propriedades principais.

Primeiramente, o nome dessa substância é derivado de um dos seus maiores efeitos sobre o corpo humano, caracterizado como vasodilatador, aumentando o tamanho de veias e artérias. Referente a sua composição, o Dilatex é um produto feito a base de óxido nítrico, uma substância que apesar de naturalmente produzida pelo organismo humano, essa produção é em pequena quantidade, e não é capaz de gerar os benefícios esperados por esse produto.

A bula do Dilatex informa os seguintes componentes encontrados na composição do produto: Magnésio, Cálcio, Alanina, Arginina, Quelato e Vitamina C. Este não possui carboidratos, tampouco calorias.

Benefícios do Dilatex

Agora que já sabemos um pouco mais sobre essa substância, podemos falar sobre os benefícios que são obtidos através de um consumo contínuo e feito da maneira correta. Desse modo, os principais efeitos relacionados ao Dilatex são:

Dilatamento de veias e artérias:

É comum que, ao praticar exercícios físicos de alta intensidade, principalmente os associados com o levantamento de pesos a partir de esforços musculares, nossas veias e artérias se dilatem. Isso ocorre pelo fato de que, como o corpo está se esforçando bastante para desempenhar aquela atividade, várias estruturas irão precisar de mais nutrientes e até mais oxigênio, de forma que o seu pleno funcionamento não seja comprometido.

Contudo, esse processo pode ocorrer de forma mais lenta em algumas pessoas, e em outras pode nem acontecer. Sendo assim, o Dilatex pode promover esse relaxamento e dilatação das veias e artérias, fazendo os nutrientes e os gases respiratórios chegarem com mais facilidades para várias estruturas do nosso corpo, que, nesse caso, os músculos são priorizados, tendo em vista que estão fazendo esforço além do esperado.

Aumento de absorção de nutrientes:

Além de aumentar a facilidade de chegada dos nutrientes nos músculos por meio da dilatação de veias e artérias, o Dilatex ainda possui em sua composição aminoácidos, mais especialmente a Arginina e Alanina, que contribuem para uma absorção mais fácil dos nutrientes, já que são responsáveis por abrirem as células musculares, resultando em um crescimento mais fácil dos músculos.

Hipertrofia:

Para a grande maioria dos praticantes de musculação, o objetivo maior se contra na hipertrofia, isso é, o aumento significativo dos músculos, a partir da formação de novas fibras musculares. Dessa forma, além dos benefícios já citados nos tópicos acima, o DIlatex pode ainda contribuir para um crescimento dos músculos, já que possui proteínas em sua composição. Estes nutrientes, por sua vez, são os responsáveis pela reconstrução de fibras musculares lesionadas e pela construção de novas fibras.

Força muscular:

Todos possuímos potencial idêntico para a força muscular, e tudo depende do costume do indivíduo em fazer esforços desse tipo. Além disso, a força dos nossos músculos também está associada com a saúde dessas estruturas, as quais são mantidas, principalmente, por nutrientes que devemos consumir nos alimentos ou com a suplementação. Como já observado anteriormente, o Dilatex possui minerais importantes para essa saúde muscular, como o magnésio e o cálcio.

Fortalece o sistema imunológico:

Nosso corpo é protegido contra invasores microscópicos constantemente, e essa defesa é feita por um sistema específico do organismo, chamado de sistema imune (ou imunológico). Este, por sua vez, também necessita de algumas substâncias para se manter saudável. A vitamina C é uma dessas substâncias, e esta é encontrada em grandes quantidades no Dilatex.

Como tomar Dilatex

Como vimos, o consumo do Dilatex pode trazer variados benefícios, principalmente para quem pratica atividades físicas de alta intensidade. Contudo, é necessário um consumo correto para obter esses efeitos.

Profissionais da área e o próprio fabricante da substância recomendam que essa ingestão seja feita uma vez ao dia, preferencialmente 1 hora antes da prática dos exercícios físicos. A dose diária indicada, nesse horário, é de 4 cápsulas, que podem ser tomadas juntamente com a água.

Apesar de o horário mais indicado ser antes do treino, o produto também pode (e deve) ser consumido em dias que o indivíduo não praticar atividades físicas. Isso ocorre pelo fato de que a substância favorece a absorção dos nutrientes ingeridos ao longo do dia.

Dilatex – onde comprar e preço?

O Dilatex é uma substância utilizado por muitos indivíduos a fim de potencializar os efeitos obtidos através da prática da musculação. Desse modo, por sua popularidade, ele pode ser encontrado em qualquer loja, física ou online, especializada em suplementos alimentes, além de algumas farmácias.

O seu preço pode variar bastante de acordo com o fabricante e com o estabelecimento, mas este possui uma média que gira em torno de R$64,90 a R$85,00 um pote contendo 152 cápsulas da substância.

Em todos os casos, e com qualquer objetivo previsto, é importante que o indivíduo consulte um nutricionista, um educador físico ou até mesmo um outro profissional da área da saúde, a fim de fazer um acompanhamento para o consumo da substância. Essa visita é importante devido ao fato de que qualquer elemento que possa alterar o funcionamento do nosso organismo pode ter efeitos contrários, e estes devem ser discutidos com o seu médico. Em casos que os benefícios trazidos sejam superiores aos possíveis efeitos colaterais, o consumo daquela substância será proveitoso.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *