creatina

Creatina – Como utilizar, efeitos, vantagens, desvantagens, preço e muito mais. Leave a comment

A procura por hábitos saudáveis muitas vezes não é o limite para quem faz da academia a sua segunda casa. Em muitas oportunidades, estamos sim em busca de ter um corpo mais definido e sarado, além de buscar uma performance acima da média para perseguir ainda mais esses resultados. Dessa forma, apenas treinos físicos intensos e uma alimentação balanceada não estava mais sendo o suficiente para essas pessoas, fazendo com que a indústria de suplementos crescesse bastante, ganhasse uma reputação favorável e se popularizasse entre os usuários.

Entre esses suplementos, alguns se destacam mais do que os outros. Você pode suplementar nutrientes e aminoácidos dependendo de seus objetivos e necessidades, mas quando estamos falando de musculação, não tem muito segredo: aqueles capazes de lhe fornecer mais energia, aumentar sua força e melhorar sua recuperação são as prioridades e alguns já contam com uma considerável reputação: Whey Protein, BCAA e Creatina.

Cada um desses suplementos tem suas virtudes e peculiaridades, mas não foge muito disso o básico de suplementação para quem quer ganhar massa magra, mais desempenho e, consequentemente, mais força. Nesse artigo, vamos focar um pouco mais especificamente na Creatina, mas sem esquecer de relacionar e realizar as ponderações necessárias para compará-la também com os outros famosos suplementos desse segmento.

Como mencionado, a creatina é muito conhecida por fisiculturistas e demais atletas, graças a sua grande virtude de promover bastante construção muscular, além de diminuição da gordura corporal. Ela é um aminoácido não essencial, ou seja, é produzida dentro do nosso organismo, mas sua suplementação para elevar seus níveis no nosso corpo só tem a te fazer bem.  A creatina vai fortalecer seus músculos e aumentar sua resistência, proporcionando uma melhor saúde cardíaca e também tratando alguns distúrbios neuromusculares.

Quando digo que a creatina é produzida no nosso corpo, mais especificamente quero dizer que é produzida em dois órgãos conhecidos: fígado e rins. Inclusive existem mitos relacionando a suplementação de creatina com alguns distúrbios nesses dois órgãos, mas isso é assunto para mais tarde. Ao ser produzida, a creatina é transportada no sangue até os músculos – mais de 90% da creatina em nosso corpo estão nos tecidos musculares. Outra ação da creatina em nosso tecido muscular é na produção de adenosina trifosfato (ATP), substância que fornece energia para esses tecidos.

Dessa forma, suplementar creatina aumenta os índices de ATP em nossos músculos, promovendo uma quantidade maior de energia para os treinos físicos de grande intensidade. Se você está precisando melhorar sua resistência muscular para aquelas atividades curtas, porém pesadas, por exemplo, a creatina será de grande utilidade para você. Levantamento de peso se encaixa perfeitamente no que foi descrito anteriormente, além de corridas rápidas.

Apesar da popularidade aqui no Brasil chegando na última década, os efeitos da Creatina começaram a ser conhecidos já nos anos 70, quando cientistas soviéticos relataram que essa substância melhorava o desempenho atlético. No final do século XX, com as associações esportivas proibindo o uso de esteroides anabolizantes, o uso da creatina entre atletas profissionais se popularizou bastante.

Benefícios da Creatina

creatina beneficios
creatina beneficios

Falando primeiro de um modo mais geral, incluindo suas ações apenas enquanto aminoácido em pequenas quantidades produzidas no nosso organismo, a creatina pode até ajudar a tratar algumas doenças que tem relação com músculos cardíacos que estão fracos, além de insuficiência cardíaca congestiva e também ataque cardíaco secundário. Além disso, também atua na proteção do coração ao diminuir os níveis de colesterol e também de triglicerídeos em nosso organismo.

Alguns estudos ainda em fase preliminar têm conseguido resultados relacionado a creatina ao tratamento de algumas condições que aparecem graças a perda de força muscular. Distrofia muscular, esclerose lateral amiotrófica e algumas outras doenças mais complexas são alguns exemplos. Apesar de ser produzida pelo nosso corpo, a creatina também está presente em alimentos que fazem parte de nossa alimentação cotidiana, o que facilita sua ingestão, mesmo com a possibilidade e recomendação de suplementação. Sua presença nesses alimentos é pouco significativa e dificilmente representará a quantidade diária que nosso corpo precisa, principalmente caso você queima mais para conseguir mais força e resistência nos músculos.

Os suplementos de creatina geralmente vêm forma de pó, mas também podem ser encontrados em cápsulas ou comprimidos.  A dose que você deve ingerir pode variar de acordo com sua carga de treinos, mas o ideal é ter um profissional ou nutricionista que entenda do assunto para te orientar. Habitualmente, entre 20 e 25 gramas por dia durante uma semana e, após isso, diminuir a carga para manutenção. Conciliar essa suplementação com carboidratos pode melhorar ainda mais a absorção, o que potencializa ainda mais os efeitos da creatina.

Vamos falar sobre praticamente tudo que envolve a creatina na sequência desse post, inclusive possíveis malefícios, mas já sabendo que existem muitos mitos e exageros relacionados ao produto. Falam muito que pode causar doenças nos rins, por exemplo, mas a contextualização é necessária: a creatina não é recomendada para aqueles que apresentam problemas nessa região do corpo, pois a creatina pode promover retenção de água e isso seria um agravante indesejado.

Como utilizar a Creatina?

creatina como tomar
creatina como tomar

Uma das grandes dúvidas das pessoas ao entrar no mundo da suplementação é saber qual o melhor horário para tomar os diferentes produtos que estão ao nosso alcance. Ao acordar? Antes ou depois do treino? Antes de dormir? Depois do almoço? Bom, para responder essas perguntas, é preciso compreender e interpretar os benefícios de cada suplemento e tirar a conclusão sobre o melhor horário para tomar. Isso pode ser decisivo para a apresentação dos resultados que você deseja, principalmente sobre aqueles que tem seus horários recomendados diretamente relacionados com o seu treinamento. Seja para aumentar sua performance durante ou treino ou promover uma melhor recuperação muscular depois.

Creatina antes ou depois?

Apesar do que foi dito acima, muitas vezes não existem orientações definitivas, certeiras e específicas sobre qual o melhor horário para se ingerir determinado suplemento. O que podemos dizer é que existe aquele período recomendado onde provavelmente você está maximizando e até impulsionando os efeitos do produto que você está utilizando.

Falando especificamente da creatina, a recomendação que podemos lhe dar é tomar o suplemento antes E depois do seu treinamento. Como já mencionado anteriormente, a creatina aumenta o ATP de nossas células, o que promove uma maior energia e capacidade de esforço durante treinos de alta intensidade. Isso faz com que tomar creatina antes de seu treinamento seja um benefício e tanto; além disso, também ajuda na recuperação muscular de forma mais rápida, tanto entre as séries durante a atividade, como depois, repondo suas energias e abastecendo os músculos. Assim, fica fácil compreender porque tomar creatina depois do treino também será uma ótima opção.

Porém, um asterisco deve ser colocado: alguns pesquisadores duvidam dos benefícios da creatina que é ingerida logo antes do início do seu treinamento, já que é uma substância que se acumula em seu organismo. Ou seja, em um prazo maior, os resultados são garantidos, mas imediatamente devem existir ponderações já que existe uma teoria onde nosso corpo demora uma semana para saturar o produto. Utilização de bebidas energéticas recheadas de carboidratos que melhoram a absorção pode acelerar os benefícios da creatina.

Creatina como tomar?

A creatina apresenta certa versatilidade na hora de apresentar opção sobre as maneiras de ministrar a ingestão desse suplemento. Todas, obviamente, têm o mesmo objetivo de promover aumento de massa muscular, mas não se esqueça que isso deve estar sempre sendo acompanhado de uma rotina de treinos sendo seguida à risca. Para começar, a forma de tomar creatina mais reconhecida é sua suplementação por 90 dias (três meses). Durante esse período você ingere cerca de cinco gramas de creatina por dia.

Além dessa, também existe a suplementação de creatina que conta com uma sobrecarga, também muito popular. Durante os primeiros cinco dias você pode tomar 0,3g por quilo de peso de creatina, separados em três ou quatro doses espalhadas pelo dia. Com esse método, acontece a saturação do seu músculo e, na semana seguinte, se diminui a dose para as tradicionais cinco gramas durante três meses. Para finalizar, também existe o método que é conhecido como suplementação clínica, onde você toma cinco gramas de creatina diariamente por seis semanas e interrompendo depois por vinte dias.

Creatina para que serve?

Esse suplemento serve para o aumento da força de atletas ou praticantes de atividades físicas de curta duração e que demandam muita força, por exemplo. Musculação, Cross Fit, PowerLift dentre outros esportes de explosão.

Quais os efeitos da Creatina?

Os efeitos desse suplemento podem surpreender os atletas e praticantes de musculação. Quem nunca pensou em aumentar o peso no supino ou qualquer outro aparelho da academia. Então, os efeitos da creatina são para aumento de força, mas os efeitos desse suplemento não para por aí. Imagina que você consegue fazer 4 series em um intervalo de 10 minutos. A creatina consegue aumentar o tempo de recuperação dos músculos entre as atividades de curta duração como a musculação entre outros.

Quais as vantagens da Creatina?

Como já exemplificamos a creatina tem vários benefícios como o principal o ganho de força muscular. Essa substância tem uma eficácia invejável dentro do nosso organismo quando o assunto é potencialização do desempenho de realização de trabalhos de alta intensidade. Assim, a creatina melhora seus resultados e promove uma melhor saúde dos músculos, deixando seu corpo mais definido. Atua também no suprimento de fibras musculares com energia imediata, o que evita que seus músculos se cansem rapidamente, mais uma vez influenciando seu desempenho nas atividades físicas.

As contrações musculares que acontecem em suas fibras são fortalecidas, te ajudando a conseguir mais energia e promovendo mais e melhores repetições, além de “saúde” para correr mais rápido e, de quebra, conseguir utilizar mais força tanto nas suas atividades de musculação como em práticas de esportes normais de seu cotidiano ou outras vertentes que necessitem de energia. Tais moléculas serão armazenadas em maior quantidade, gerando alta energia e ganhos de força.

Tudo isso quer dizer que: quando você está realizando atividades físicas, a produção de energia acontece graças a creatina. Como você já sabe, ela é produzida naturalmente por nosso corpo, mas sua suplementação vai otimizar todas essas suas ações. A produção de energia será maior, o que fez com que a creatina virasse amiga fiel de fisiculturistas e outras atletas de atividades de explosão. As fibras musculares são alimentadas, mais energia é produzida e seu músculo consequentemente fica maior. Existem relatos também da creatina ter capacidade de auxiliar no aumento de massa corporal, além de também ser boa opção para exercícios com uma intensidade maior em um pequeno espaço de tempo, como já mencionado.

Você sabe muito bem que o suplemento não vai resolver sua vida sozinho. É preciso estar alinhado com uma dieta equilibrada de acordo com seus objetivos, além de treinamentos eficazes. Creatina em conjunto com treinos de força otimizam a concentração de núcleos de células musculares, o que significa, mais especificamente em adultos do sexo masculino, um crescimento maior do musculo esquelético. Treinamentos mais pesados que tem relação também com resistência aliados a creatina aumentam a morfologia muscular e também o desempenho físico.

Outra vantagem conhecida da creatina é sua capacidade de ser um bom argumento para sua regeneração muscular. Como dito acima, a creatina se popularizou no fim do século passado, mas na última década começaram a surgir estudos que também a relacionavam com regeneração muscular após o exercício. As conclusões desses estudos foram que a suplementação de creatina reduzia danos às células musculares, também diminuindo a inflamação após esses exercícios mais pesados característicos de quem opta pela creatina em sua dieta.

Além disso, a suplementação de creatina também pode ser útil em outros casos de forma secundária. Por exemplo: indivíduos saudáveis, mas que tiveram lesão em músculos extensores do joelho podem se usufruir desse produto, que vai promover uma melhora significativa na recuperação.

Passando agora para benefícios um pouco mais secundários da creatina, podemos analisar sua composição e perceber que, utilizando a versão monohidratada desse suplemento, pode acontecer uma ação positiva em algumas funções cerebrais como a memória. Suplementação de creatina em idosos já promoveu bons resultados quando o assunto é o desempenho cognitivo dos mesmos. Ainda sobre pessoas mais velhas, a creatina também apresenta virtudes relacionadas à qualidade de vida, podendo, inclusive, reduzir a chance de doenças de disfunção cognitiva e sarcopenia.

Tratar o corpo de forma integral é algo que traz muitos benefícios em algumas terapias e pode nos ajudar a entender outra virtude da suplementação de creatina. Como já dizemos, esse produto irá lhe auxiliar na produção de energia como a finalidade de aumentar sua força e melhorar seu desempenho em atividades físicas, o que nos possibilita fazer uma ligação dele com o seu metabolismo. Na busca pela eliminação de gordura, exercícios de curta duração e grande intensidade podem ser bons, sendo que essas atividades tem conexão com seus níveis de ATP, com a creatina sendo então um bom argumento para acelerar seu metabolismo e melhorar seu desempenho, mesmo em casos de atividades que estejam um pouco além de sua capacidade naquele momento.

Quais as desvantagens da Creatina?

Não foi encontrado nenhuma desvantagem na creatina. Inicialmente os praticantes acreditavam no mito que a creatina poderia causar pedra nos rins. Entretanto, esse mito já caiu por terra em muitos lugares. Atualmente, profissionais da saúde como médicos, nutricionistas e educadores físicos já colocam a creatina como um dos principais suplementos para o ganho efetivo de massa magra. Pois, como os iniciantes e até mesmo os praticantes avançados do esporte tem dificuldade para aumentar a força, a creatina pode aumentar o desempenho e assim quebrando essa barreira.

Creatina antes de dormir?

Já falamos acima sobre qual a recomendação mais indicada, mas ainda podem surgir algumas dúvidas. Por seus benefícios estarem diretamente ligados ao seu desempenho em treinamentos, você deve ministrar a quantidade de creatina ingerida em seu organismo, preferencialmente, de acordo com o horário dos seus treinos. Antes da atividade pode lhe ajudar em um desempenho melhor e depois irá proporcionar melhor recuperação, mas lembre-se de esperar uma semana por resultados contundentes.

Sobre tomar creatina antes de dormir ou não, dependendo da composição do seu produto escolhido, pode não ser um problema, mas pode também não otimizar seus resultados. Verifique, por exemplo, se sua creatina apresenta cafeína em sua composição, o que pode atrapalhar sua qualidade de sono. O indicado, nesse caso, seria uma creatina monohidrato pura.

Creatina faz mal?

Responder essa pergunta em um primeiro momento é simples. Como explicamos anteriormente, a creatina é um aminoácido não essencial, ou seja, é produzido naturalmente por nosso organismo. Dessa forma, não tem como dizer que, em condições normais, a creatina pode fazer mal a sua saúde.

No entanto, como tudo na vida, o excesso pode lhe fazer mal. Tome cuidado com as doses desse suplemento que você está ingerido e nunca cogite fugir do que está sendo recomendado pelo profissional que faz seu acompanhamento. Até hoje, não existem relatos da creatina fazendo mal à saúde.

Creatina engorda?

Umas das dúvidas mais comuns de quem pretende consumir creatina. Então vamos lá: ela não engorda em nada, pois não tem calorias em sua composição. Caso você esteja seguindo uma dieta equilibrada e mandando bem nos exercícios, você não precisa se preocupar com isso.

Creatina emagrece?

Promover perda de peso não está entre os princípios básicos da suplementação de creatina, mas no contexto correto, pode sim ser uma consequência. Ela pode te ajudar na manutenção do tecido muscular magro metabolicamente ativo, sendo assim, de forma indireta, uma espécie de queimador de gordura. Tendo mais músculos e sendo eles mais fortes, você pode se exercitar mais e queimar mais calorias.

Creatina é bom para ganhar massa muscular?

Sim. Esse é o principal motivo pelo qual você deve optar pela creatina entre os suplementos de sua preferência. Promove ganho de força, massa muscular, aumenta sua performance e resistência, além de ajudar na recuperação após os treinos com intensidade alta.

Preciso fazer ciclo de creatina?

O motivo que deu origem a esse assunto é: muitas pessoas começaram a acreditar que a ingestão continua de creatina por um longo período de tempo fazia com que os fígados e rins parassem de produzir essa substância naturalmente em nosso corpo. Dessa forma, criou-se o hábito de se realizar os ciclos de creatina para manter os órgãos ativos na produção desse aminoácido. No entanto, não existem comprovações científicas que isso de fato acontece – existia um medo de que a creatina apresentasse efeitos colaterais semelhantes aos anabolizantes.

Também não existem relatos de que a suplementação contínua e prolongada de creatina vá lhe trazer riscos. Ou seja, fazer o ciclo de creatina não é algo necessário.

Creatina em pó ou cápsulas?

Esse é outro assunto que é muito debatido em algumas oportunidades, mas que não existe uma verdade absoluta para que seja feita uma definição clara. Seja em pó ou em cápsulas, você conseguirá se usufruir de todos os benefícios da suplementação de creatina.

Obviamente, existem algumas diferenças entre os dois produtos, com as cápsulas apresentando portabilidade, enquanto a creatina em pó é mais fácil de ser ingerida, podendo ser misturada em sheiks do seu gosto, além de ser uma garantia maior contra adulteração.

Creatina é whey?

creatina é whey
creatina é whey

Os suplementos Whey Protein são, como o próprio nome diz, baseados em proteínas, enquanto a creatina é um aminoácido. Os produtos apresentam benefícios semelhantes, mas tem suas diferenças.

Creatina é glutamina?

A glutamina também é um aminoácido não essencial, mas não tem grande relação com a creatina. Inclusive, é um dos aminoácidos mais abundantes no nosso corpo, sendo importante para diversos processos no nosso corpo. Também pode promover aumento de massa muscular.

Creatina e álcool faz mal?

Sim, tomar álcool durante a suplementação de creatina pode prejudicar e muito seus resultados. Ao serem consumidas de forma simultânea, os efeitos negativos do álcool promovem diminuição dos efeitos anabólicos que tem relação com a suplementação de creatina.

Creatina é bcaa?

BCAA também são aminoácidos, mas apenas aqueles de cadeia ramificada. Sendo mais específico: valina, leucina e isoleucina. São aminoácidos essenciais que, quando suplementados, trabalharam também como um dos principais produtos para ganho de massa muscular. Podemos dizer que Whey Protein, BCAA e Creatina são os principais do mercado para essas finalidades.

Creatina da pedra nos rins?

Não, creatina não dá pedra nos rins. No entanto, pessoas que apresentam problemas renais em seu histórico médico devem evitar usar esse suplemento. Ele pode causar retenção de líquido na região.

Creatina da espinha?

Não há nada que comprove que a creatina está associada ao aparecimento de espinhas. Apenas pode promover maior oleosidade.

Creatina com água ou suco?

Tomar creatina com água naturalmente vai facilitar a absorção dos nutrientes de sua composição pelo seu organismo, mas sucos também são uma boa opção. No entanto, evite os sucos que são ácidos, como o de laranja.

Qual o preço médio da Creatina?

Os preços da creatina podem variar de R$ 30,00 até R$ 200,00 dependendo da marca a ser escolhida nos detalhes a seguir do artigo vamos falar das principais marcas de creatina nacional e importadas. Além do preço médio delas e qual a vantagem de comprar em uma loja virtual como a NextFit.

Melhores Creatinas Nacionais

Creatina Max titanium

Creatina Integralmédica

Creatina Probiótica

Creatina Atlhetica

Melhores Creatinas Importadas

As marcas de suplementos importados se destacam no mercado brasileiro. Então, vamos apresentar as melhores marcas de suplementos importados.

Creatina Universal

Uma das mais conhecidas marcas de suplementos importadas a linha de qualidade dos suplementos da Universal surpreende o mercado. A seguir os melhores módelos de creatinas da Universal.

Creatina Universal 200 gramas – Por apenas R$ 49,90

Creatina Dymatize

Também conhecido e com reputação no mercado, a Creatina Dymatize aumenta a força e a resistência para exercícios intensos.

Creatina vale a pena comprar?

Falamos tanto e acredito que você já tenha entendido como a creatina pode ser uma ótima opção para te ajudar a ter um melhor desempenho na academia. Se você busca uma melhor definição muscular e, de quebra, ter uma melhor performance e recuperação, a creatina vale muito a sua preferência.

 Por que comprar sua creatina em nossa loja?

A NextFit atualmente conta com mais de dois mil seguidores em suas redes sócias e centenas de clientes satisfeitos espalhados pelo país. Além disso, não esqueça de dar um like em nossa página do facebook clicando no botão curtir no final da página. Mas, os seguidores e clientes satisfeitos não são os unicos motivos que colocam em um cenário de segurança para comprar em nossa loja. A NextFit tem os melhores preços do mercado e tem uma metodologia de trabalho totalmente diferente das demais marcas. A NextFit consegue o melhor atendimento aos seus clientes antes, durante e depois de sua compra. Com suporte em todas as redes sociais como WhatsApp, Facebook, E-mail e Telefone. Então, não resta dúvidas dos motivos para fazer uma compra segura em nossa loja. Aproveite as promoções e compre agora mesmo.

Observações:

As dicas são fundamentais para que você consiga compreender os benefícios dos suplementos e como eles trabalham no seu organismo. Entretanto, e sempre bom consultar um médico ou nutricionista antes de tomar qualquer suplementação por uma questão de segurança. Entretanto, se você não tem condição de entrar atendimento com um profissional da saúde tome muito cuidado ao consumir os seus suplementos. Bons treinos e bora crescer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *