Carregando...

Inseminação Artificial em Bovinos

Inseminação artificial em bovinos- A inseminação é unma prática muito praticada em nosso país e possui inúmeros beneficios conheça todos agora no artigo a seguir.

Saiba Mais
Inseminação artificial em bovinos

Inseminação artificial em bovinos

O Nutricionista irá desenvolver um plano de alimentação para os esportistas e isso implica em conhecer tanto a fisiologia, como a bioquímica do exercício, treinamento esportivo e as questões nutricionais de cada atividade.

No artigo a seguir você encontrará os seguintes tópicos:

  • Inseminação artificial
  • Como é feita
  • Coleta
  • Armazenamento
  • Inseminação artificial
  • Porque é feita
  • melhoramento genético
  • Profissional adequado
Saiba Mais

Inseminação artificial em bovinos


O processo de crescimento populacional do Brasil se deu de forma muito acentuada durante o século XX. Na década de 1970, a população total no país era de cerca de 90 milhões de pessoas. Hoje o Brasil já tem mais de 200 milhões de habitantes. Esse boom populacional brasileiro possui uma série de nuances e especificidades. Uma de suas principais características envolve um grande êxodo rural, ou seja, a saída de milhões de pessoas do ambiente rural para os centros urbanos.

Para se ter ideia de como esse processo aconteceu de forma extremamente rápida e abrupta, na década de 1960 a população rural no Brasil era maior do que a população urbana. A partir desse período o cenário se inverteu, com um aumento vertiginoso da população dos centros urbanos. Hoje, cerca de cinquenta anos depois, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE, aponta que mais de 84% da população brasileira ocupa ambientes urbanos e apenas 15% mora em regiões rurais. Isso significa dizer que há uma diferença populacional de cerca de 130 milhões de pessoas a mais em ambientes urbanos do que em ambientes rurais.

Obviamente isso tem uma série muito grande e ampla de implicações no cenário político, econômico e social do Brasil. Mas vamos nos ater a um ponto específico, que foca mais no aspecto comportamental e cultural. Um desequilíbrio entre as populações rural e urbana desde a década de 1970 e crescente desde então significa dizer que várias gerações nasceram e foram criadas em um ambiente urbano, sem muito contato com a realidade do mundo rural.

Apesar disso, o contato indireto com elementos típicos do cenário do campo sempre ocorreu e é basicamente impossível de deixar de existir. Isso porque, apesar de às vezes esquecer ou tentar fazê-lo, o ser humano ainda é um animal, um ser vivo, uma estrutura que precisa do mínimo contato com a natureza para que possa sobreviver. Esse contato se dá através do que é produzido no campo e consumido nos centros urbanos. Focando apenas no mercado alimentício, pense que, numa refeição quase tudo vem do campo, direta ou indiretamente.

Sendo mais específico, pense nos diversos cortes de carne bovina consumidos todos os dias em uma cidade. Todos os litros de leite ingeridos e a quantidade de derivados dele existentes, iogurte, queijos, coalhada, leite fermentado, manteiga, requeijão, dentre outros. Toda essa produção se dá em cenário rural e para abastecer a mesa de milhões de pessoas é necessário um elemento essencial, o gado bovino. Uma das atividades que mais movimentam a economia ao redor do mundo, o mercado do gado bovino no Brasil é extremamente forte e atuante na política e economia. Por isso recebe muitos investimentos em pesquisa de aprimoramento técnico e científico.

Inseminação artificial

Uma das principais técnicas para a reprodução em massa de touros e vacas é a inseminação artificial. Embora seja uma prática dominada pelo ser humano desde o século XIV, a inseminação artificial conta com avanços e progressos tecnológicos constantes. Apesar disso, o processo continua basicamente o mesmo, trata-se de introduzir o sêmen do animal macho no aparelho reprodutor da fêmea. Essa técnica também é chamada de inseminação instrumental, já que apenas o depósito do sêmen é feita de forma artificial, sendo a fecundação e a gestação procedimentos que ocorrem de maneira natural, sem interferência humana.

Como é feito

inseminacao-artificial-em-bovinos-como-fazer

Coleta - Inseminação artificial em bovinos

O primeiro passo para a realização da inseminação artificial é o processo da coleta do sêmen do touro. Antes de iniciar a coleta em si, é preciso saber das características genéticas do touro e determinar quais animais passarão pelo processo. Escolhido o touro, existem dois processos principais para realizar a coleta do sêmen, que pode ser feita através de uma vagina artificial ou um eletroejaculador. antes da coleta é necessário realizar a higienização do prepúcio do animal. Durante o processo da coleta é utilizado um manequim que simula uma vaca. Durante a posição de monta o pênis do touro deve ser direcionado para a vagina artificial. Após a ejaculação, o touro dá um salto e nesse instante o recipiente onde o sêmen foi depositado deve ser retirado e armazenado.

Armazenamento - Inseminação artificial em bovinos

inseminacao artificial em bovinos deposito

Após a coleta, o sêmen deve ser armazenado em condições de que permaneça útil para a inseminação. Normalmente ele é congelado em baixas temperaturas, que permitem que ele seja enviado à propriedades distantes e que tenha seu tempo de uso prolongado. O sêmem é armazenado em pequenos recipientes dentro de um botijão, que tem sua temperatura conservada com nitrogênio líquido. Existem algumas recomendações de cuidados com o botijão: - Deve-se evitar a movimentação excessiva do botijão. - O nível de nitrogênio deve ser constantemente avaliado. - O botijão deve ser guardado em local alto e deve-se evitar ambientes úmidos. - A quantidade de sêmen estocado deve durar seis meses.

Inseminação Artificial em Bovinos

inseminacao artificial em bovinos aplicação

Chegada a hora de realizar a inseminação, são necessários alguns procedimentos prévios. Primeiro deve-se conferir se a fêmea pode ser inseminada naquele período. Em caso afirmativo se anota na ficha do animal, o nome do touro dono do sêmen. Todo o material a ser utilizado no processo deve ser disposto em uma superfície limpa e o animal deve ser contido dentro de um compartimento.

É preciso esvaziar o reto da vaca e massagear o cérvix até que ele produza um muco. Esse muco deve ser examinado e uma coloração translúcida, semelhante a uma clara de ovo deve ser constatada. A vulva da fêmea deve ser bem limpa com uma toalha ou papel higiênico. As pontas das bainhas devem ser exteriorizadas e o sêmen descongelado em um aparelho específico ou em água com uma temperatura de aproximadamente 36 graus celsius. A seguir deve-se seguir os procedimentos adequados para a inserção do sêmen no aplicador e ele deve ser levado até a vagina do animal. Com uma mão deve-se chegar a tocar na cérvix e se certificar que o aparelho aplicador passou por ela e deposite o sêmen.

Por que é feita?

inseminacao artificial em bovinos  armazenamento

A prática da inseminação artificial em bovinos é bastante recorrente e comum no mundo da pecuária, além de ser um dos campos da área mais pesquisados e desenvolvidos. Se esse é o cenário, obviamente ele apresenta uma série de vantagens aos pecuaristas. Confira algumas delas:

Melhoramento genético

inseminacao artificial em bovinos melhoria genetica

A inseminação artificial é uma formas simples de melhorar a genética de um rebanho, já que a simples seleção de animais reprodutores de características genéticas superiores já faz com que os descendentes desse cruzamento já nasçam carregando essas informações genéticas de melhor qualidade e as perpetuem.

Partos descomplicados

Essa vantagem segue o mesmo princípio do melhoramento genético. Se identifica animais com menor dificuldade ao nascer e fêmeas que tem menor histórico de complicações na hora do parto e realiza o cruzamento entre os dois.

Acasalamento corretivo

Através da inseminação artificial e da identificação dos animais é possível realizar cruzamentos que corrijam imperfeições genéticas dos animais nas gerações futuras do rebanho.

Cruzamento entre raças

inseminacao artificial em bovinos cruzamento genetico

Na monta natural, o cruzamento entre raças se torna difícil pelas diferenças climáticas e de ambiente onde são criadas as raças diferentes, além das variações de tamanho e peso.

Prevenção de acidentes

Durante a monta natural podem ocorrer vários acidentes, principalmente pela diferença de peso e tamanho entre touros e vacas. A inseminação artificial garante que as vacas não estejam vulneráveis a acidentes que possam a inviabilizar fisicamente.

Viabilização do melhoramento genético

O processo de engenharia genética é caro e inacessível para a maioria dos pequenos pecuaristas. Por isso, a possibilidade de um melhoramento genético através da inseminação artificial é uma forma de democratização do processo, pois pode ser feita de maneira mais barata.

Aumento de descendentes de alta qualidade (post mortem)

Quando se tem um reprodutor de qualidade superior é interessante que ele gere o maior número de descendentes possível. A monta natural é um processo impreciso, que pode gerar de 120 a 400 filhos. Além de ser um espaço muito grande de variação, o número máximo não é alto em comparação com o possível através da inseminação artificial. Estima-se que a partir da inseminação artificial um só touro possa gerar até 500 mil descendentes.

Além disso, com a tecnologia de congelamento do sêmen, um touro de genética reprodutiva superior pode continuar gerando filhos até mesmo depois de sua morte.

Controle zootécnico

inseminacao artificial em bovinos controle zootecnico

A inseminação artificial permite que toda a lógica reprodutiva de um rebanho seja planejada e controlada. Os animais são listados e são conhecidos os períodos corretos para a inseminação, para o parto e outros momentos importantes para a manutenção da saúde dos animais.

Utilização de touros incapacitados

inseminacao artificial em bovinos touros incapacitados

Existem touros com boas características genéticas e com capacidades reprodutivas, mas que não tem condições físicas para realizar a monta natural. A inseminação artificial permite que esse touro ainda possa gerar descendentes.

Menor custo

Para pequenos produtores, comprar touros de boas características reprodutivas e mesmo mantê-los no rebanho pode ser caro e passar do orçamento. A inseminação artificial é uma técnica que permite que os pequenos pecuaristas comprem o sêmen de animais de qualidade superior e utilizem em seu rebanho.

Existem casos, inclusive, de inseminação artificial comunitária, quando uma reunião de pequenos produtores se unem para a compra de quantidades mais significativas de sêmen para uso sem seus rebanhos.

Profissional adequado

inseminacao artificial em bovinos curso

Para que a inseminação artificial seja bem feita e se consiga os resultados desejados, com todos os benefícios e vantagens do processo, é importante ter o conhecimento profissional adequado. O Dr. Frederico Pacheco Neves é graduado em medicina veterinária e atua no ramo há vários anos. Como veterinário Frederico traz soluções de sucesso para o agronegócio de seus clientes e é o nome ideal para introduzir o conhecimento sobre a inseminação artificial.

Entre em contato agora mesmo

inseminacao-artificial-em-bovinos

Endereço

Belo Horizonte - MG

E-mail

contato@evotekone.com.br

Telefone para Contato

(31) 3292-7257

WhatsApp - Celular

(31) 9357-1951