Carregando...

Medicina Integrativa

A medicina Integrativa é uma abordagem para o cuidado que coloca o paciente no centro e aborda toda a gama de influências físicas, mentais, emocionais, espirituais, sociais e ambientais

Saiba Mais
Medicina Integrativa medicamentos

Medicina Integrativa

A medicina integrativa trabalha diversas indluências físicas que podem afetar a saúde de Uma pessoa. Leia o artigo a seguir e conheça mais sobre o assunto.

No artigo a seguir você encontrará os seguintes tópicos:

  • Medicina Integrativa
  • O que é medicina integrativa?
  • Medicina integrativa x Medicina Funcional
  • Práticas comuns na medicina integrativa
  • Biorressonância
Saiba Mais

Medicina Integrativa

A busca pela saúde é intrínseca ao ser humano. Sempre esteve presente desde as primeiras formas de organização humana na Terra. Isso tudo tem um motivo óbvio que é o de se manter saudável, com bem estar e disposição, mas as formas para se atingir esses objetivos variaram consideravelmente ao longo dos séculos. Ainda que a busca pela saúde seja quase instintiva por parte do ser humano, por estar sempre presente no cotidiano, o tema está, assim como qualquer outro, sujeito às variações de pensamento, filosóficas, religiosas, tecnológicas e científicas de um contexto, o chamado “espírito do tempo”, zeitgeist, em alemão. Nos tempos atuais, a medicina volta a buscar técnicas antigas e redefine os conceitos cristalizados pela consolidação da alopatia, considerando uma outra forma de tratar os pacientes. Essa forma é conhecida como “medicina integrativa” e busca estabelecer um conceito de saúde que vá além da dicotomia presença ou ausência de doença. Mas o que é medicina integrativa? Entenda melhor no texto a seguir:

O que é medicina integrativa?

Medicina Integrativa - saude

A medicina integrativa é uma abordagem para o cuidado que coloca o paciente no centro e aborda toda a gama de influências físicas, emocionais, mentais, sociais, espirituais e ambientais que afetam a saúde de uma pessoa. Empregando uma estratégia personalizada que considere as condições, necessidades e circunstâncias únicas do paciente, a medicina integrativa usa as intervenções mais apropriadas de uma série de disciplinas científicas para curar doenças e ajudar as pessoas a recuperar e manter uma saúde ideal.

A medicina integrativa está fundamentada na definição de saúde. A Organização Mundial de Saúde (OMS) define a saúde como “um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doença ou enfermidade”. Através da personalização do cuidado, a medicina integrativa vai além do tratamento dos sintomas para tratar de todas as causas de uma doença. Ao fazer isso, as necessidades imediatas de saúde do paciente, bem como os efeitos da interação complexa e de longo prazo entre as influências biológicas, comportamentais, psicossociais e ambientais, são levadas em conta. Vale ressaltar que medicina integrativa não é o mesmo que medicina alternativa, que se refere a uma abordagem de cura que é utilizada no lugar de terapias convencionais, ou medicina complementar, que se refere a modalidades de cura que são usadas para complementar as abordagens alopáticas. Se os princípios definidores forem aplicados, o cuidado pode ser integrativo, independentemente de quais modalidades são utilizadas.

Existem alguns princípios básicos que regem a ideia de medicina integrativa. O primeiro deles é o de que o paciente e o profissional de saúde devem trabalhar de forma conjunta, como parceiros no objetivo de estabelecer uma vida saudável. Além disso, todos os fatores sociais e psicológicos que circundam a vida do paciente devem ser levados em consideração no processo de tratamento de uma pessoa.

Outros princípios tratam da utilização de todas as ciências comprovadamente eficientes no processo de tratamento, sem exclusão arbitrária de técnicas que possam ajudar a promover a saúde. A boa ciência é baseada na quebra de paradigmas e sem preconceitos não na manutenção dos mesmos. Além disso, os métodos naturais e menos invasivos devem ser utilizados com preferência sempre que possível. O cuidado com o paciente é individualizado e não um procedimento feito em escala. Cada complicação de saúde é vista como fruto das condições únicas de vida que cada pessoa possui, uma vez que todos são diferentes e lidam com o mundo de forma diferente. Para terminar, a medicina integrativa não se encerra na cura de doenças, sendo um processo contínuo de promoção de bem estar e de estabelecimento de hábitos saudáveis no sentido de promover a saúde como um todo e também, claro, prevenir doenças e quaisquer complicações na saúde.

Medicina integrativa x Medicina Funcional

Medicina Integrativa - medico

A medicina funcional abrange grande parte da filosofia da medicina integrativa, como descrito acima, mas também emprega uma abordagem médica orientada para os sistemas que trabalham para identificar e compreender as causas subjacentes ou raízes de uma doença.

Essa disciplina também leva em consideração a personalização dos cuidados de saúde, já que cada plano de atendimento ao paciente é distinto e único. A relação entre paciente e praticante efetivamente se torna uma parceria; todos os aspectos do histórico médico de um paciente são revisados em detalhes. Assim como a medicina integrativa, a medicina funcional trata o indivíduo e não a doença.

Muitas vezes, a pesquisa genética e ambiental individual é realizada para obter um conhecimento mais profundo do estado de saúde do paciente. A compreensão da individualidade bioquímica de um paciente pode levar às causas subjacentes da doença e, além disso, à prevenção de riscos adicionais à saúde no futuro. A medicina funcional ganhou muita popularidade, mesmo estimulando a criação do Instituto de Medicina Funcional. Medicina personalizada é, sem dúvida, o modelo futuro de cuidados médicos.

Embora a medicina integrativa e a medicina funcional tenham semelhanças, há uma distinção importante. Ambas as práticas se concentram em apoiar o paciente como uma pessoa inteira; no entanto, a medicina funcional se esforça para determinar a causa raiz de toda e qualquer doença, particularmente doenças crônicas, como doenças autoimunes e cardiovasculares, assim como diabetes e obesidade. Em vez de simplesmente fazer um diagnóstico e, em seguida, determinar quais drogas ou cirurgia melhor tratarão a condição, os profissionais de Medicina Funcional mergulham profundamente na história e na bioquímica do paciente e perguntam por que esse paciente está doente. A medicina funcional é altamente personalizada e geralmente inclui uma análise detalhada da composição genética de um indivíduo.

Práticas comuns na medicina integrativa

Ainda que a medicina integrativa seja mais um modo de entender os conceitos de saúde e a promoção de uma terapia mais focada em atender o paciente como um todo em detrimento de simplesmente tratar uma doença, ela integra algumas práticas para alcançar esses objetivos. Conheça algumas delas:

Acupuntura

Medicina Integrativa - acupuntura

O que é: uma prática de medicina chinesa de 2.500 anos na qual agulhas finas são inseridas através da pele em pontos estratégicos para equilibrar o "qi" do corpo, ou "chi" (fluxo de energia). "Os acupunturistas tentam mudar o fluxo de energia", diz Bauer. "Desbloqueie uma área bloqueada, desacelere um canal que está indo rápido demais." O que pode fazer? Os Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos da América divulgaram um comunicado 1997 relativa à conclusão de que a acupuntura é eficaz no tratamento pós-operatório adulto e náusea da quimioterapia e vômitos, dor dental pós-operatório, reabilitação acidente vascular cerebral, dores de cabeça, cólicas menstruais, fibromialgia, dor miofascial, osteoartrite, dor lombar e síndrome do túnel do carpo . A Organização Mundial de Saúde lista uma série de condições médicas que podem se beneficiar da acupuntura, incluindo dependência de drogas e álcool, asma e bronquite. Como começar: Peça ao seu médico de atenção primária para recomendar um acupunturista licenciado. Caso deseje procurar por conta própria é importante exigir alguma comprovação de que o profissional seja qualificado e licenciado para a atividade. Para saber mais sobre a atividade e onde encontrar um bom serviço de acupuntura clique no link Acupuntura BH

Massagem

Medicina Integrativa - massagem

O que é: o processo de amassar e manipular sua pele, músculos, tendões e ligamentos em uma parte específica ou em todo o corpo com diferentes graus de pressão. Diferentes tipos de massagem oferecem benefícios diferentes. A massagem profunda do tecido aplica uma pressão mais pesada para atingir as camadas de músculo e tecido conjuntivo que se encontram mais profundamente no corpo. A massagem sueca normalmente usa traços mais longos e mais leves para relaxar o corpo inteiro. A massagem de ponto de gatilho concentra-se em uma parte específica do corpo que pode sofrer de uso excessivo. Alguns massoterapeutas oferecem terapia sacral cranial, que tenta ajudar a circulação do líquido espinhal através do sistema nervoso central, concentrando-se no crânio e no sacro.

O que pode fazer?: A massagem tem uma série de aplicações. Para começar, ela ajuda a aliviar o estresse de forma bastante eficiente. O estresse suprime o sistema imunológico, estressa o coração, agrava doenças crônicas. É, sem dúvida um dos principais problemas ambientais com efeitos maléficos à saúde no mundo atual. Massagem também pode diminuir o inchaço e dor nas articulações, aliviar espasmos musculares e melhorar a circulação. Como começar: Converse com seu médico sobre como encontrar um massagista qualificado e determinar qual tipo de massagem é mais adequado às suas necessidades.

Reiki

Medicina Integrativa - reiki

O que é: um método japonês pelo qual um mestre de Reiki posiciona suas mãos ligeiramente acima de seu corpo em cerca de uma dúzia de diferentes formações para elevar o "ki", ou energia vital, dentro e ao redor de você. Cada posição dura alguns minutos.

O que pode fazer: Estudos sugerem que o Reiki pode afetar positivamente a pressão arterial e as taxas de coração e respiração. O Reiki tem sido pesquisado muito menos que a acupuntura, mas pode oferecer alguns dos mesmos benefícios. Ambos pretendem impactar a energia em algum nível - acupuntura via chi que viaja em meridianos e através do uso de agulhas inseridas na pele; Reiki via energia que é mais difusa e que pode ser manipulada pelo praticante, mesmo sem tocar o paciente. Como começar: O Centro Internacional de Treinamento em Reiki oferece uma lista nacional de praticantes e professores de Reiki na reiki.org. Os mestres de Reiki geralmente ensinam os alunos a executar as técnicas relativamente simples em si mesmos, de modo que os riscos de tempo e custo são baixos.

Meditação

Medicina Integrativa - meditacao

O que é: A prática de focalizar sua atenção, frequentemente em sua respiração ou em um objeto ou mantra em particular. Yoga, tai chi e qi gong são formas de meditação que incorporam movimentos físicos e exercícios respiratórios. Outras formas (mantra, atenção plena, transcendental) concentram-se em aumentar a consciência do presente e uma tentativa de alcançar a quietude total.

O que pode fazer: Pesquisas mostram que a meditação ajuda com alergias, transtornos de ansiedade, asma, compulsão alimentar, depressão, fadiga, pressão alta, dor, problemas de sono e abuso de substâncias. Existe muitos tipos diferentes de vias neurológicas - endócrinas, supra-renais, tireoidianas, gonadais - que recebem forte contribuição de nossos centros cerebrais superiores. Assim, a capacidade de um indivíduo controlar sua mente melhora enormemente sua capacidade de auto-regulação de seus corpos. Como começar: Verifique se o seu hospital comunitário, clínica de saúde ou centro de fitness oferece workshops ou programas de redução do stress baseados em mindfulness.

Um acupunturista local ou um médico holístico pode provavelmente indicar um bom programa de treinamento. Comece pequeno e pretenda aumentar com o tempo. 30 minutos por dia é um bom objetivo para a maioria das pessoas e esse tempo pode ser aumentado progressivamente.

Biorressonância

Uma boa aplicação da medicina integrativa é fator imprescindível para que os resultados sejam alcançados. Um profissional experiente e sensível sabe fazer realizar a forma mais adequada de aplicação e uso das técnicas e métodos é essencial para o bom funcionamento das terapias e para a promoção do bem estar do paciente como um todo. A Clínica Natur é referência na área de biorressonância em Belo Horizonte. Com profissionais experientes e especializados em práticas de medicina integral, a Natur é o local ideal para realizar técnicas fitoterápicas e consultar várias outras especialidades, coordenadas pelo dr. Jean Eldin e pela dra. Thatiane Pitaluga.

Entre em contato agora mesmo

Medicina Integrativa - comprar

Endereço

Alameda Oscar Niemeyer 1033 sala 131 132 Portaria 2 Vila da Serra

E-mail

contato@clinicanatur.com.br

Telefone para Contato

(31) 3370-1894

WhatsApp - Celular

(31) 99950-2934