Carregando...

Memória RAM

A Memória é um componente fundamental do seu computador. conheça nossos modelos

Saiba Mais
Memoria ram vegeance

Memória RAM

A memória RAM é uma memória de acesso aleatório, e é muito importante nos computadores, tablets, cellular entre outros dispositivos eletronicos. Conheça mais sobre a Memória RAM no artigo a baixo.

No artigo a seguir você encontrará os seguintes tópicos:

  • O que é a memória RAM?
  • A diferença entre memória, memória RAM e armazenamento
  • A história do desenvolvimento da memória RAM
Saiba mais

Memória RAM

Se pararmos para pensar nos mecanismos que regem nossa vida perceberemos que é praticamente impossível encontrar qualquer forma de relação social que não seja, em alguma instância, mediada por um sistema computadorizado. Imagine só, você sai do seu trabalho, bate o ponto, depois passa em um banco para sacar dinheiro, chama um transporte pelo aplicativo no celular e, antes de chegar em casa, passa por um supermercado para comprar algo para lanchar à noite. Nesse simples processo cotidiano foram acionados sistemas computadorizados que: contabilizam os horários no ponto eletrônico; permitem o funcionamento dos caixas eletrônicos nas agências bancárias; mantém os aplicativos de transporte funcionando; e realizam o registro das compras no supermercado.

É por essas e outras que é importante entender melhor o funcionamento básico dos computadores, sejam eles os PCs (computadores pessoais), tablets, smartphones, ou mesmo as dezenas de outros sistemas que utilizamos durante o dia, como foi exposto na situação exemplo. Um dos componentes básicos e centrais no funcionamento de sistemas informatizados é a memória RAM. Quem já comprou ou pesquisou minimamente sobre modelos de computadores ou smartphones já ouviu falar sobre o tema, mas não são todos que sabem o que realmente é a memória RAM e para que ela serve. Confira agora algumas informações que podem ajudar a esclarecer o tema:

O que é a memória RAM?

Memoria ram - tridentz

RAM é uma sigla para “Random Access Memory”, ou seja, memória de acesso aleatório. É um tipo de memória de computador que pode ser acessada aleatoriamente; ou seja, qualquer byte de memória pode ser acessado sem tocar nos bytes anteriores. A RAM é encontrada em servidores, PCs, tablets, smartphones e outros dispositivos, como impressoras. Existem dois tipos principais de RAM, a DRAM (Dynamic Random Acccess Memory), ou memória dinâmica de acesso aleatório; e a SRAM (Static Random Access Memory), ou memória estática de acesso aleatório. Entenda melhor os conceitos de cada uma:

- DRAM: O termo dinâmico indica que a memória deve ser constantemente atualizada ou perderá seu conteúdo. A DRAM é normalmente usada para a memória principal em dispositivos de computação. Se um PC ou smartphone for anunciado como tendo 4 GB de RAM ou 16 GB de RAM, esses números se referem à DRAM, ou memória principal, no dispositivo. Mais especificamente, a maior parte da DRAM usada em sistemas modernos é a DRAM síncrona, ou SDRAM. Os fabricantes também podem usar o acrônimo DDR (ou DDR2, DDR3, DDR4, etc.) para descrever o tipo de SDRAM usado por um PC ou servidor. DDR significa taxa de dados dupla e refere-se a quantos dados a memória pode transferir em um ciclo por instrução. Em geral, quanto mais RAM um dispositivo tiver, mais rápido ele será executado.

- SRAM: Enquanto a DRAM é normalmente usada para memória principal, hoje a SRAM é mais usada para o cache do sistema. A SRAM é considerada estática porque não precisa ser atualizada, ao contrário da RAM dinâmica, que precisa ser atualizada milhares de vezes por segundo. Como resultado, a SRAM é mais rápida que a DRAM. No entanto, os dois tipos de RAM são voláteis, o que significa que eles perdem seu conteúdo quando a energia é desligada.

A diferença entre memória, memória RAM e armazenamento

É normal que as pessoas fiquem confusas sobre a diferença entre memória e armazenamento, em parte porque ambas podem ser medidas em megabytes (MB), gigabytes (GB) e terabytes (TB), por isso explicaremos melhor esses conceitos. No uso comum, o termo RAM é sinônimo de memória principal. É onde um sistema de computação armazena dados que está usando ativamente. Sistemas de armazenamento, como discos rígidos, dispositivos de armazenamento de rede ou armazenamento em nuvem, são onde um sistema salva dados que precisarão acessar posteriormente. Sistemas de computação podem recuperar dados da RAM muito rapidamente, mas quando um dispositivo é desligado, todos os dados que estavam na memória desaparecem. Muitas pessoas tiveram a experiência de perder um documento em que estavam trabalhando após uma queda inesperada de energia ou queda do sistema. Nestes casos, os dados foram perdidos porque foram armazenados na memória do sistema, que é volátil.

Por outro lado, o armazenamento é mais lento, mas pode manter os dados quando o dispositivo é desligado. Assim, por exemplo, se um documento foi salvo em um disco rígido antes de uma queda de energia ou falha do sistema, o usuário ainda poderá recuperá-lo quando o sistema estiver de volta e funcionando. O armazenamento é geralmente mais barato que a RAM por gigabyte. Como resultado, a maioria dos PCs e smartphones tem muitas vezes mais gigabytes de armazenamento que gigabytes de RAM.

A história do desenvolvimento da memória RAM

memoria ram - hyper x

Os primeiros computadores usavam relays, contadores mecânicos ou linhas de atraso para as principais funções de memória. As linhas de atraso ultrassônicas só podiam reproduzir dados na ordem em que foram gravadas. A memória do tambor poderia ser expandida a um custo relativamente baixo, mas a recuperação eficiente de itens de memória exigia conhecimento do layout físico do tambor para otimizar a velocidade. Travas construídas de tríodos de tubo de vácuo e, posteriormente, de transistores discretos, foram usadas para memórias menores e mais rápidas, como registros. Tais registros eram relativamente grandes e muito caros para uso em grandes quantidades de dados; geralmente apenas algumas dúzias ou algumas centenas de bits dessa memória poderiam ser fornecidas.

A primeira forma prática de memória RAM foi o tubo Williams, que começou em 1947. Ele armazenava dados como pontos eletricamente carregados na face de um tubo de raios catódicos. Como o feixe de elétrons do CRT podia ler e escrever os pontos no tubo em qualquer ordem, a memória era de acesso aleatório. A capacidade do tubo Williams era de algumas centenas a cerca de mil bits, mas era muito menor, mais rápida e mais eficiente em termos de consumo de energia do que o uso de travas individuais para tubos a vácuo.

Desenvolvido na Universidade de Manchester, na Inglaterra, o tubo Williams forneceu o meio no qual o primeiro programa armazenado eletronicamente foi implementado no computador da Manchester Baby, que executou um programa com sucesso em 21 de junho de 1948. Na verdade, em vez de a memória do tubo Williams ser projetada para a Manchester Baby, ela era um teste para demonstrar a confiabilidade da memória.

A memória do núcleo magnético foi inventada em 1947 e desenvolvida até meados da década de 1970. Tornou-se uma forma generalizada de memória RAM, contando com uma série de anéis magnetizados. Alterando o sentido da magnetização de cada anel, os dados podem ser armazenados com um bit por toque. Como cada anel tinha uma combinação de fios de endereço para selecionar e ler ou gravar, era possível ter o acesso a qualquer localização de memória em qualquer sequência.

A memória do núcleo magnético era a forma padrão do sistema de memória até ser deslocada pela memória de estado sólido em circuitos integrados, a partir do início dos anos 70.

A memória de acesso aleatório dinâmica (DRAM) permitiu a substituição de um circuito de trava de 4 ou 6 transistores por um único transistor para cada bit de memória, aumentando consideravelmente a densidade de memória em relação à volatilidade. Os dados eram armazenados na pequena capacidade de cada transistor e precisavam ser atualizados periodicamente a cada poucos milissegundos antes que a carga pudesse vazar. A calculadora eletrônica Toshiba Toscal BC-1411, que foi introduzida em 1965, usou uma forma de DRAM construída a partir de componentes mais simples. DRAM foi então desenvolvido por Robert H. Dennard em 1968.

Entre em contato agora mesmo

Memoria ram -  comprar

Endereço

Praça Raul Soares, 85 - Belo Horizonte - MG

E-mail

contato@evotekone.com.br

Telefone para Contato

(31) 3292-7257

WhatsApp - Celular

(31) 9357-1951