Carregando...

Mouse

Caso você esteja usando um computador para ler esse artigo, existe uma chance muito grande de que nesse exato momento você esteja com a mão em um mouse ou no trackpad de um notebook. É um objeto que hoje é extremamente simples e funcional, com variações até que não precisam de fio para ser utilizadas.

Saiba Mais
mouse barato

Mouse

Caso você esteja usando um computador para ler esse artigo, existe uma chance muito grande de que nesse exato momento você esteja com a mão em um mouse ou no trackpad de um notebook. É um objeto que hoje é extremamente simples e funcional, com variações até que não precisam de fio para ser utilizadas.

No artigo a seguir você encontrará os seguintes tópicos:

  • A história do mouse
  • Os mouses chegam ao mercado
  • Os avanços do mouse
  • O primeiro mouse da Apple
  • O mundo gamer
Saiba Mais

Mouse - Tudo Sobre

Caso você esteja usando um computador para ler esse artigo, existe uma chance muito grande de que nesse exato momento você esteja com a mão em um mouse ou no trackpad de um notebook. É um objeto que hoje é extremamente simples e funcional, com variações até que não precisam de fio para ser utilizadas.


Mouse


mouse preço

Caso você esteja usando um computador para ler esse artigo, existe uma chance muito grande de que nesse exato momento você esteja com a mão em um mouse ou no trackpad de um notebook. É um objeto que hoje é extremamente simples e funcional, com variações até que não precisam de fio para ser utilizadas. Chamados de periféricos, esses componentes externos de um computador não tem interferência direta na performance do mesmo, mas obviamente são de uso indispensável. Juntamente dos telefones celulares, os computadores seguem como companheiros diários para nossas atividades cotidianas e profissionais. Mas e como foi o início de tudo isso? Quais foram as inovações que o mouse, um assessório de mudanças significativas nas últimas décadas, sofreu? Conheça um pouco da história desse objeto e quais foram os passos para chegar aos modelos que temos nos dias de hoje.


A história do mouse


mouse historia do mouse

O inventor e revolucionário da tecnologia Douglas Engelbart (30 de janeiro de 1925 – 2 de julho de 2013) foi o responsável por revolucionar a forma como os computadores funcionavam, transformando-o de uma máquina especializada que apenas cientistas treinados poderiam usar para uma ferramenta de fácil utilização que qualquer um pode trabalhar com ele. Durante sua vida, ele inventou ou contribuiu para vários dispositivos interativos e fáceis de usar, como o mouse do computador, o sistema operacional Windows, teleconferência de vídeo por computador, hipermídia, e-mail, internet e muito mais.

Douglas Engelbart é, acima de tudo, reconhecido por inventar o mouse para computador. Ele concebeu essa ideia enquanto participava de uma conferência sobre computação gráfica, onde começou a pensar em como melhorar a computação interativa. Nos primórdios da computação, os usuários digitavam os códigos e comandos para fazer as coisas acontecerem nos monitores. Engelbart achou que uma maneira mais fácil seria ligar o cursor do computador a um dispositivo com das rodas – uma horizontal e outra vertical. Mover o dispositivo em uma superfície horizontal permitiria ao usuário posicionar o cursor na tela.

O colaborador de Engelbart no projeto do mouse foi Bill English, que construiu um protótipo de um dispositivo de mão esculpido em madeira e com um botão no topo. Em 1967, a empresa de Engelgart, a SRI, solicitou a patente do mouse, embora a papelada identificasse de forma um pouco diferente como “indicador de posição x e y para um sistema de exibição”. A patente foi concedida em 1970.


Os mouses chegam ao mercado


Mouse - mouses chegam no mercado

Demorou pouco tempo para que os computadores projetados para funcionar com um mouse fossem liberados. Entre os primeiros estava o Xerox Alto, que começou a ser vendido em 1973. Uma equipe do Instituto Federal Suíço de Tecnologia em Zurique gostou do conceito e construiu seu próprio sistema de computador com um mouse chamado “Lilith computer”, vendido de 1978 a 1980. Percebendo que algo promissor estava acontecendo ali, a Xerox logo lançou o Xerox 8010, que continha mouse, rede ethernet e e-mail, entre várias tecnologias inovadoras que viriam a se tornar padrão.

Porém, apenas em 1983 que o mouse para computador entra de vez no mercado mainstream. Nesse ano, a Microsoft atualizou o programa MS-DOS Microsoft Word para torna-lo compatível com mouse e desenvolveu o primeiro que era compatível com PC. Os fabricantes de computadores (como Apple, Atari e Commodore) também seguiriam esse mesmo caminho lançando sistemas compatíveis com mouse.


Os avanços do mouse


Mouse - avancos

Assim como outros periféricos do computador, o mouse passou por evoluções significativas. Em 1972, por exemplo, foi desenvolvido o “mouse de bolinha”, que permitia aos usuários controlar o cursor girando uma bola de uma posição fixa. . A bola substituiu as rodas e foi capaz de monitorar o movimento em qualquer direção. A bola entrou em contato com dois roletes que giravam rodas com graduações que poderiam ser transformadas em pulsos elétricos representando a direção e a velocidade.

Uma melhoria interessante é que, hoje em dia, essa tecnologia desenvolveu até versões sem fio, fato que faz com que a lembrando de Engelbart de um protótipo inicial seja quase singular. Falecido desde 2013, Engelbrt teve tempo para deixar algumas declarações gratificantes sobre a proporção que sua invenção tomou, por alguém que cresceu nos arredores de Portland, Oregon. “Se eu pudesse inspirar os outros que estão lutando para realizar seus sonhos, seria maravilhoso”, disse.

Nos anos 80, surgiu o mouse óptico, que praticamente eliminou o mouse de bolinha, que por muitas vezes ficava sujo quando rolava na superfície, afetando negativamente a sua operação. Esses mouses ópticos se tornaram comercialmente viáveis em relação ao mouse de bolinha apenas no fim do século passado, se infiltrando no mercado de consumo em massa, graças ao aumento do poder de processamento do micro controlador e redução dos custos de seus componentes.


O primeiro mouse da Apple


Mouse - primeiro mouse da apple

Em 1983, a Apple lançou seu famoso computador Lisa, que continha um mouse inspirado no mesmo modelo da Xerox Alto. Um ponto marcante desse modelo é que, ao invés de apresentar uma bolinha de borracha, o mouse do Lisa usava uma esfera de metal. Foi o modelo que estabeleceu o padrão de um único botão para outros mouses da empresa por um período de vinte anos.

Inclusive, esse acontecimento foi marcante para a Apple, apesar de não ter sido uma ideia originalmente feita pelos mesmos. Ficou evidente como Steve Jobs pode reduzir um conceito complicado à sua essência para consumo em massa. Steve Jobs visitou o Centro de Pesquisa da Xerox no final dos anos 70 e ficou impressionado com uma demonstração de um novo mouse de computador de três botões. O problema era o custo elevado demais. Já sabendo que essa poderia ser a grande inovação de interface para seus computadores Apple, Jobs levou o conceito a um designer industrial, que “melhorou” o mouse, soltando dois de seus botões e abaixando o preço de forma considerável.


O mundo gamer


Mouse - gamer

Uma nova revolução do mundo dos mouses foi o crescimento do mundo gamer e como esse segmento está em evidência. Todos os periféricos de um computador passaram a ser otimizados buscando uma melhor performance no mundo dos jogos, com o mouse não ficando de fora. Com um design futurista, não contam apenas com estilo, mas também conforto e botões adicionais que servem como atalhos para algumas funções.

Entre em contato agora mesmo!

Mouse comprar

Endereço

Praça Raul Soares, 85 - Belo Horizonte - MG

E-mail

contato@evotekone.com.br

Telefone para Contato

(31) 3292-7257

WhatsApp - Celular

(31) 9357-1951