naltrexona

Naltrexona Leave a comment

A dependência química é um grave problema de saúde pública em todo o mundo. Para seu tratamento existem vários métodos e instrumentos, alguns deles medicamentosos, como é o caso de medicamento, tema do texto a seguir:

O que é ?

A naltrexona é um medicamento que bloqueia os efeitos de drogas opioides, incluindo alívio da dor ou sensação de bem-estar que podem levar ao abuso de opiáceos. Um opioide é às vezes chamado de narcótico. A naltrexona é usada como parte de um programa de tratamento para dependência de drogas ou álcool.

A naltrexona é utilizada para prevenir recaídas em pessoas que se troaram dependentes de opiáceos e deixaram de usá-los. Ela pode ajudar a manter o indivíduo afastado da necessidade de consumir drogas.

Alem disso, também é usada para tratar o alcoolismo, reduzindo a vontade de beber álcool. Isso pode ajudar o indivíduo a beber menos ou parar de beber completamente. A naltrexona não o fará “ficar sóbrio” e não diminuirá os efeitos do álcool consumido recentemente.

  • Precauções quanto ao uso 

A naltrexona não é uma cura para dependência de drogas ou alcoolismo. A naltrexona também pode ser usada para fins não relacionados na bula da medicação.

Antes de tomar este medicamento é importante levar em conta alguns fatores:

– Não tome naltrexona se você ainda usa medicamentos opióides, ou você pode ter sintomas de abstinência súbitas e graves.

– Você não deve usar naltrexona se você é alérgico a algum de seus componentes.

– Não se deve usar o medicamento se você está tendo sintomas de abstinência de dependência de drogas ou álcool.

– Não se deve usar a naltrexona se você usou algum opiáceo nos últimos 10 dias (incluindo fentanil, Vicodin, OxyContin e muitos outros); ou metadona ou buprenorfina (Subutex, Butrans, Suboxone, Zubsolv) nos últimos 14 dias.

Para se certificar de que a naltrexona é segura para uso, informe o seu médico se você apresentar as seguintes condições: Doença renal; doença hepática; ou um distúrbio de sangramento ou coagulação do sangue, como hemofilia.

Esse suplemento não é aprovado para uso por menores de 18 anos de idade.

  • Efeitos colaterais

Deve-se buscar ajuda médica de emergência se tiver sinais de uma reação alérgica: urticária; dificuldade ao respirar; inchaço do rosto, lábios, língua ou garganta após o uso do medicamento.

Além disso, usar medicamentos opiáceos enquanto estiver a tomar naltrexona pode estimular os sintomas de abstinência de opióides. Os sintomas comuns de abstinência são bocejos, irritabilidade, sudorese, febre, calafrios, tremores, vômitos, diarréia, olhos lacrimejantes, nariz congestionado, arrepios, dores no corpo, dificuldade para dormir e sentir-se inquieto.

Ligue para o seu médico imediatamente se você sentir:

– Náusea grave, vômito ou diarreia.

– Alterações de humor, confusão, alucinações (ver ou ouvir coisas).

– Depressão, pensamentos sobre suicídio ou automutilação.

– Problemas no fígado – náuseas, dor no estômago, comichão, sensação de cansaço, perda de apetite, urina escura e icterícia (amarelecimento da pele ou dos olhos).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *