ornitina

Ornitina – Oque é ? , benefícios, onde comprar ? Leave a comment

A suplementação por aminoácidos é extremamente benéfica para quem faz musculação e pratica atividades físicas. Ajudando no reparo, crescimento e desenvolvimento do tecido muscular, os aminoácidos formam a estrutura das proteínas, sendo assim essenciais para o corpo humano.

Os aminoácidos são moléculas orgânicas que servem como uma unidade fundamental na formação das proteínas. Em sua estrutura, encontramos sempre um carbono central, que está ligado a um hidrogênio, a um grupo carboxila, a outro grupo amina e a um radical “R”, que varia de aminoácido para aminoácido. Esse radical é que o vai determinar e diferenciar as características de um aminoácido para outro.

Existem dezenas de tipos de aminoácidos na natureza, mas só vinte deles aparecem no código genético – que são chamados de principais e alguns especiais que só aparecem em algumas proteínas. O corpo humano precisa desses vinte tipos para funcionar corretamente, formando as proteínas. Os aminoácidos são unidos por ligações peptídicas. Uma ligação peptídica é uma reação de síntese por desidratação que ocorre entre moléculas de aminoácidos. O grupo carboxilo de uma molécula reage com o grupo amina de outra, libertando a partir disso uma molécula de água.

Os aminoácidos podem ser divididos em dois grupos. Os aminoácidos essenciais e os não essenciais.

Aminoácidos essenciais

São aqueles não são produzidos ou sintetizados em nosso organismo, tornando assim necessária a ingestão de alguns alimentos.  Triptofano, valina, fenilalanina, treonina, lisina, isoleucina, leucina, histidina e metionina são exemplos, e eles podem ser encontrados em alimentos de origem animal, como carne, leite, ovos, entre outros.

Os vegetais conseguem sintetizar todos os tipos de aminoácidos que precisamos para sobreviver, mas isso não torna possível encontrar todos os aminoácidos essenciais em um só vegetal. Ou seja, mesmo em dietas vegetarias, é necessária uma diversidade na alimentação, principalmente incluindo cerais (trigo, aveia, quinoa), leguminosas (feijão, lentilha, grão de bico, soja) e oleaginosas (castanha e nozes).

Aminoácidos não essenciais

Aminoácidos não essenciais são aqueles que o nosso corpo consegue sintetizar em nosso organismo. São também necessários para o funcionamento do próprio organismo, mas podem ser sintetizados a partir de determinamos metabolitos.

Alguns exemplos de aminoácidos não essenciais são: glutamina, ácido glutâmico, ácido aspártico, asparagina, alanina, serina, taurina.

Existem alguns aminoácidos não essenciais que são essenciais apenas em determinadas situação patológicas ou em organismos jovens ou em desenvolvimento. São normalmente fonte de divisão entre os cientistas, que não entravam em acordo sobre sua nomenclatura ideal, sendo assim chamados convencionalmente de “condicionalmente essenciais”.

Outras divisões entre os aminoácidos são de acordo com o radical de cada um deles. Ainda existem os aminoácidos apolares (hidrofóbicos), polares neutros (neutros e hidrofílicos), polares ácidos (hidrofílicos com carga negativa), polares básicos (hidrofílicos com carga positiva). Existem também os aminoácidos especiais, os que aparecem em algumas proteínas mais específicas. N-metilarginina e N-acetillisina são exemplos, encontrados nas histonas.

Cada aminoácido tem sua característica e um papel diferente no organismo, mas é possível falar de um modo geral os seus benefícios para o corpo humano. Eles promovem a síntese proteica, estimulam o crescimento, melhoram o sistema imunológico, regulam os hormônios e ainda agem como substratos energéticos, proporcionando maior energia durante os treinos.

O que é Ornitina?

ornitina - formula quimica
Ornitina – Fórmula Química

Também chamada de l-ornitina, a ornitina é um aminoácido não essencial frequentemente vendido como um suplemento para fisiculturistas e outros praticantes de musculação. Derivado da quebra de arginina durante o ciclo do ácido cítrico, ela ajuda a criar músculos e reduzir a gordura do corpo, especialmente se combinada com arginina e carnitina. Também é necessária para a formação da citrulina, prolina e ácido glutâmico, aminoácidos que ajudam a fornecer energia às células do corpo.

Quando vendida como suplemento para fisiculturistas, a ornitina está geralmente combinada com a arginina, após estudos laboratoriais indicarem que dessa forma, existe aumento dos níveis de insulina e do hormônio do crescimento, além da prevenção de perda de músculos.

A ornitina é um dos três aminoácidos encontrados no ciclo da ureia  e semelhante ao l-citrulina, mas diferente da l-arginina, ela é um aminoácido não proteico, assim não sendo utilizado na criação de enzimas e estruturas proteicas, além de não ser codificado por DNA. Por meio da enzima arginase, a ornitina ainda pode ser produzida diretamente através da l-arginina.

Para que serve a Ornitina?

ornitina - para que serve
ornitina – para que serve

Como dito, os aminoácidos não essenciais são aqueles que nós humanos conseguimos sintetizar em nosso organismo. Porém, tendo como exemplo a ornitina, também podem ser criados em laboratório, fazendo com que sejam produtos químicos muito utilizados como medicamento e suplemento alimentar.

A ornitina é usada para melhorar seu desempenho atlético, já que reduz a intoxicação por glutamina no tratamento de uma condição cerebral devido à doença hepática (encefalopatia hepática) e para cicatrização de feridas.

Frequentemente combinada com arginina e comercializada para pessoas com pretensão de ganhar músculos, a ornitina serve como um suplemente de construção muscular. Aumenta os níveis de insulina e hormônio do crescimento, vitais para a construção e manutenção dos músculos durante um treinamento físico mais intensivo. Também pode ajudar em um fator que acaba sendo natural devido ao processo de envelhecimento: ornitina ajuda a combater a perda muscular.

Quais os benefícios da Ornitina?

ornitina - neonutri
ornitina – neonutri

Entre os vários benefícios que os aminoácidos trazem para seu organismo, quatro se destacam bastante em caso de consumo da ornitina. Para começar, podemos falar de sua característica de diminuir os níveis de amônia do organismo.

A presença de amônia é necessária em uma das ligações e conversões da ornitina, fazendo com que ela ajude a reduzir as concentrações de amônia no sangue, além de também aumentar a concentração de ureia, um subproduto dessa ligação. Por causa disso, passaram a ser feitos estudos buscando entender melhor a importância da l-ornitina em condições caracterizadas por excesso de amônia. O foco dos estudos está na encefalopatia hepática, uma condição de danos cerebrais causados por uma doença hepática, além de exercício cardiovascular prolongado. Notou-se uma redução de amônia nos pacientes nessas condições, além de reduzir a fadiga e também ter efeito sobre ressaca.

Continuando, hora de destacar como a ornitina se destaca no ganho de músculos. Grande parte dos suplementos com essa característica contém esse elemento, além de arginina. Responsável por elevar os níveis do hormônio do crescimento (GH) e de insulina, a ornitina age nos lugares necessários para o crescimento muscular, ajudando também  a queimar gordura. Ela também atua ao evitar a perda muscular que ocorre com o envelhecimento, pois com sua ação no hormônio do crescimento, existe uma aceleração da produção de músculos, o que atrasa os efeitos da idade.

Ainda sobre ser importante no crescimento muscular, outra virtude da ornitina é controlar a eliminação de nitrogênio do corpo. Quando o organismo recebe mais nitrogênio do que elimina, existe um equilíbrio positivo que resulta em crescimento muscular.

Outro benefício da ornitina é sua ação positiva na recuperação. Ter níveis saudáveis dessa substância no corpo ajuda na recuperação de traumas, queimaduras e infecções. Ela ajuda a manter os tecidos e músculos do corpo. Por fim, existe um estudo publicado em 2011 pela Nutrition and Neuroscience, que diz que a ornitina reduziu comportamentos ansiosos em animais, comparando-os ao grupo de controle. Mas, claro, isso ainda é apenas um teste apesar dos resultados promissores – longo caminho para a confirmação com seres humanos.

Como tomar ornitina?

ornitina - como tomar
ornitina – como tomar

Como já frisado, a ornitina é um aminoácido não essencial produzido pelo corpo, além de também ser encontrado em alguns alimentos. Porém, para ser usado como suplementação com o objetivo de criar massa muscular, ela normalmente é recomendada para ser ingerida a noite, antes de se deitar e com o estômago vazio. Doses de 500 miligramas a 2 gramas. Muitas vezes ela é combinada com outros aminoácidos e são consumidos em shakes de proteínas.

Efeitos colaterais da ornitina

Caso consumida por um curto período, a ornitina não causa efeitos colaterais. Porém, muitas pessoas  acabam administrando seu uso por um período mais longo, principalmente no caso de abandono de atividades físicas e alimentação saudável. Assim, a ornitina pode acabar causando alguns efeitos indesejados.

Para começar, deve se destacar que as pessoas que tomam medicamentos para hipertensão ou disfunção erétil não devem tomar suplemento de l-ornitina, pois podem acontecer possíveis interações entre os medicamentos. Além disso, irritação estomacal, inquietação e insônia podem acabar sendo outros efeitos.

Grandes quantidades de ornitina também podem causar diarreia, devido ao fato de que esse aminoácido compartilha os mesmos transportadores intestinais que a arginina. Existe a produção de óxido nítrico no cólon, estimulando uma reabsorção de água no local e na diarreia osmótica.

Diferença entre ornitina e arginina

Apesar de serem dois aminoácidos que compartilham muitas características comuns e que até são combinados entre si, ornitina e arginina tem uma diferença significativa. A arginina ajuda a construir proteínas, enquanto a ortinina não participa na síntese proteica.

Onde comprar ornitina?

ornitina - nextfit

Você pode encontrar a ornitina na nossa loja virtual, a NexFit. Nós somos especializados no segmento e possuímos os melhores profissionais que visam o atendimento e o bem-estar dos nossos clientes. Confira já as nossas promoções, e siga o nosso blog e as nossas redes sociais para mais informações. Ou entre em contato com o nosso suporte via Whatsapp, pelo telefone (31) 99357-1951.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *