os polivitamínicos engordam

Os polivitamínicos engordam? Leave a comment

Os polivitamínicos engordam? – No exato momento que você está lendo esse texto, estão acontecendo milhares de reações químicas no seu corpo. O conjunto de todas as reações é chamado de metabolismo e é o que nos mantêm vivos, permitindo a digestão, a produção de hormônios, as conexões entre os neurônios, dentre várias outras coisas.

No entanto, como a grande maioria dos leitores já sabem, essas reações não acontecem do nada, mas sim necessitam que haja uma quantidade adequada de nutrientes em nosso corpo. Há vários tipos de nutrientes essenciais para a sobrevivência do ser humano, mas as vitaminas sempre se destacam como as protagonistas nesses processos.

As vitaminas são responsáveis por nos manter saudáveis e fortes para realizar as atividades do dia a dia. Apesar de serem tão necessárias, apenas duas vitaminas são produzidas pelo nosso organismo: a vitamina D é produzida quando estamos expostos à luz do Sol e a vitamina K é produzida por uma bactéria do intestino.

Todas as outras, onde se incluem vitaminas do complexo A, C, E e outras oito vitaminas do complexo B, devem ser obtidas através da alimentação. O problema é que, na grande maioria das vezes, devido a rotinas apertadas e hábitos alimentares ruins, não consumimos a quantidade necessária de vitaminas por dia. E por esse motivo foram criados os polivitamínicos. Contudo, estes produtos ainda causam um certo receio em grande parte das pessoas: Afinal, os polivitamínicos engordam? Nesse artigo iremos sanar essa e outras dúvidas que podem surgir acerca dessas substâncias.

O que são os polivitamínicos?

Antes de entrarmos nas dúvidas mais comuns acerca dos polivitamínicos, é proveitoso que o leitor saiba o que são esses produtos de fato. Os polivitamínicos são suplementos alimentares, os quais podem ser encontrados em diversos formatos – como pó, líquido, comprimidos e até formas injetáveis – que contam em sua formulação com todos os tipos de vitaminas citadas no tópico acima.

Além disso, é comum que os polivitamínicos contem com, além das vitaminas essenciais para a saúde humana, outros elementos igualmente importantes, como é o caso de alguns minerais como o cálcio, ferro, zinco e potássio. De acordo com a FDA – Food and Drug Administration – podem ser classificados polivitamínicos aqueles produtos que possuírem em sua composição 3 ou mais tipos de vitaminas.

Dúvidas acerca dos polivitamínicos:

Quem deve tomar polivitamínicos?

Como já falamos anteriormente, os polivitamínicos são produtos classificados como suplementos alimentares, os quais são resultados de uma mistura de várias substâncias essenciais para a saúde do nosso organismo, como vitaminas de vários complexos e outros minerais de alto valor biológico.

E uma dúvida bastante comum acerca desses produtos é referente a quem deve toma-las, para quem ela é destinada.  Os polivitamínicos devem ser tomados por aquelas pessoas que, por diferentes motivos – como as rotinas apertadas ou falta de tempo – não conseguem ingerir os nutrientes necessários durante o dia.

Além disso, esses suplementos alimentares também são destinados para aquelas pessoas que, por algum motivo de cirurgia ou até mesmo doença, estão internadas em um hospital e não conseguem ter uma dieta rica e equilibrada.

O polivitamínico pode substituir refeições?

Por conter uma quantidade muito grande de nutrientes, entre eles vitaminas e mineiras importantes para o organismo humano, muitas pessoas acham que os polivitamínicos são capazes de substituírem as refeições. Contudo, saiba que isso está errado, podendo até trazer consequências severas para quem fazê-lo.

Apesar de ser um produto muito rico, os polivitamínicos não podem substituir refeições do dia a dia. Como o nome já propõe, essas substâncias funcionam como suplementos alimentares, ou seja, devem servir apenas para complementar a nutrição. Isso se dá pelo fato de que esses produtos, apesar de contarem com uma fórmula rica, quase não possuem calorias, e, se substituir uma refeição, pode deixar aquela pessoa sem energia, resultando em fraqueza, dores de cabeça e até desmaios.

Mesmo aquelas pessoas que consomem os polivitamínicos diariamente devem ter uma dieta equilibrada, ingerindo alimentos com boas concentrações de nutrientes, principalmente aqueles que não estão presentes no seu produto!

Afinal, o polivitamínico engorda?

polivitamínicos engordam?
polivitamínicos engordam?

Chegando agora na dúvida mais constante acerca dos polivitamínicos, falaremos de um mito bastante famoso acerca desse produto: ele engorda? Bom, a resposta para essa pergunta pode ser bem simples, mas algumas pessoas se confundem na explicação.

Os polivitamínicos são substâncias que contém apenas vitaminas e outros minerais importantes para o nosso metabolismo. Dessa forma, não existe nenhuma relação desses suplementos alimentares com o aumento de peso de seus consumidores. No entanto, algumas pessoas associam esse produto com o ganho de gordura, pois já possuem uma dieta desequilibrada e são sedentárias.

Caso você não se alimente da maneira correta e nunca pratique exercícios físicos, o aumento de peso será algo inevitável, mas não estará atrelado com o consumo de polivitamínicos.

O Polivitamínico emagrece?

Como já vimos no último tópico, o polivitamínico não possui nenhuma relação com o aumento de peso de uma pessoa. Dessa forma, é natural que em algumas pessoas surja a seguinte dúvida: Já que os polivitamínicos não engordam, eles podem ocasionar uma perda de peso?

No entanto, assim como no outro caso, não há nenhuma evidência confirmada de que os polivitamínicos podem emagrecer. Apesar disso, como a composição desses suplementos alimentares é bastante rica, podemos associar os efeitos de algumas substâncias com um emagrecimento indireto.

Isso pode acontecer de duas formas diferentes, mas semelhantes entre si. Primeiramente, algumas vitaminas do complexo B são responsáveis por ter uma atuação direta na sensação de saciedade e, dessa forma, fará com que a pessoa coma menos e, consequentemente, possa perder peso com o tempo.

Além disso, há outra forma com que o polivitamínico pode favorecer o emagrecimento, também fazendo com que o indivíduo coma menos. Isso se dá a partir da vitamina B6, um nutriente altamente reconhecido pela sua propriedade de estimular a produção de serotonina. Este, por sua vez, é um hormônio do cérebro responsável pela sensação de prazer.

Quando a serotonina está em baixos níveis, o nosso corpo procura alguma fonte de prazer, a qual muitas vezes é encontrada em alimentos altamente calóricos. Como os níveis de serotonina estarão altos com a ingestão de polivitamínicos, este não será um problema.

Observações importantes acerca dos polivitamínicos:

Onde comprar polivitamínicos?

É do conhecimento de todas as pessoas que não passamos por um momento fácil em nosso país, onde é notada uma crise financeira e política, limitando assim os gastos de grande parte da população. Por esse motivo, muitas pessoas, na intenção de economizar, compram polivitamínicos em lojas que não são confiáveis.

No entanto, isso pode trazer vários efeitos negativos: em primeiro lugar, lugares que vendem os seus produtos com um preço muito mais baixo do que outros provavelmente o fazem por um motivo. Dessa forma, alguns podem estar vencidos ou terem sido complementados com outras substâncias para render. Esses produtos, inclusive, podem estar associados com o mito de que os polivitamínicos engordam, pois se estes forem de baixa qualidade, podem sim estar relacionados com o ganho de peso.

Por esse motivo, escolha muito bem o estabelecimento para comprar o seu produto, optando por marcas que já estão consolidadas no mercado de suplementos alimentares. A NextFit Suplementos é o maior portal online nesse segmento de todo o Brasil e, por isso, é 100% confiável. Comprar conosco é garantia de qualidade e bons preços!

Preços de polivitamínicos

O preço do seu suplemento alimentar é um quesito a se preocupar, pois um bom consumidor com certeza se preocupa com o retorno que terá com os seus gastos. No entanto, é impossível estabelecer um único preço para os polivitamínicos, uma vez que podem ser encontradas dezenas de marcas que oferecem substâncias nesse segmento.

Tudo irá depender dos seus objetivos e da necessidade do seu corpo se vitaminas que possuem altos valores biológicos. Um polivitamínico da Performance Nutrition Science, chamado de Ultrum, possui um preço médio de R$ 69,90. Da mesma forma, esse suplemento da marca Max Titanium, chamado de Multimax, tem um preço médio de R$45,90. Já o da Athletica Nutrition – o Complete Multi-Vit –, tem um preço médio de R$ 60,00.

Todos esses polivitamínicos citados acima são de grande qualidade e comercializados no maior portal online de suplementos do Brasil: O NextFit Suplementos. É possível encontrar todos esses produtos com o melhor preço do mercado!

Como consumir o polivitaminico

Como já falado anteriormente, existem vários tipos de polivitamínicos, dos quais alguns são disponibilizados em versões em pó, outros em cápsulas, líquidos e até versões injetáveis. Por esse motivo, a forma de tomar esse suplemento alimentar pode variar bastante de acordo com o produto escolhido por você.

Na grande maioria das vezes o próprio produto apresenta, em sua bula, quais são as doses diárias recomendadas. Geralmente, o horário mais recomendado para fazer o uso dessas substâncias é antes de dormir ou logo ao acordar, antes mesmo de tomar o café da manhã.

Apesar dessas informações, é altamente recomendado para qualquer pessoa que consulte um nutricionista ou um profissional da área da saúde antes de tomar qualquer um desses suplementos. Apenas dessa maneira você poderá quais são as quantidades ideais para o seu tipo físico e qual o melhor polivitamínico para você.

 

Gostou deste artigo sobre os polivitamínicos? Deixe seu comentário abaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *