silimarina

Silimarina – O que é? Leave a comment

A silimarina é um nome comum para Silybum marianum, que também é conhecida como cardo de leite, uma planta da família Asteraceae. Também tem muitos outros nomes comuns, incluindo o cardo mariano, o cardo de Santa Maria e o cardo escocês. Silimarina é originário do sul da Europa, embora seja agora encontrado em regiões temperadas em todo o mundo.

Cardo de leite tipicamente cresce como um arbusto com uma forma cônica, excedendo seis pés de altura e cinco pés de diâmetro em condições ideais. As hastes são sulcadas e tornam-se ocas à medida que a planta amadurece. As folhas são verdes brilhantes com veias branco-leitosas, que é como o cardo de leite recebe seu nome. As flores são roxo-avermelhadas e florescem durante o verão.

O principal componente ativo do cardo de leite é a silimarina. Este complexo é uma mistura de polifenóis intimamente relacionados, incluindo silibina A, silibina B, silicristina, silidianina, isosilibina A, isosilibina B, isosilicristina e taxifolina. O extrato de cardo de leite usado na fitoterapia tradicional vem das sementes e normalmente contém de 4 a 6% de silimarina. O extrato de cardo de leite moderno é mais altamente refinado e é normalmente padronizado para aproximadamente 80% de silimarina, com vários ácidos graxos compreendendo a porção restante.

Cardo de leite é comumente usado em medicina tradicional chinesa, principalmente com o propósito de aliviar materiais tóxicos e limpar o calor. Também é usado na medicina tradicional chinesa para apoiar a função hepática, especialmente o fluxo biliar.

A fitoterapia moderna usa silimarina para apoiar a saúde do fígado, especialmente na presença de condições crônicas do fígado. Vários estudos também indicam que o cardo de leite protege o fígado de toxinas.

Usos da silimarina

silimarina pote
silimarina pote

Silimarina é comumente usado para manter as funções do fígado, usado principalmente, hoje em dia, em forma de suplemento. Os usos adicionais desse suplemento incluem suporte para o sistema digestivo, manutenção de níveis saudáveis ​​de colesterol e controle dos sintomas da menopausa.

Além de suplemento, a silimarina aparece também muitas vezes sendo usada em forma de chá. Ela serve no combate contra a cirrose, hepatite, icterícia, lesões hepáticas vindas de toxinas, desintoxicante do fígado, problemas na vesícula biliar, entre outros.

Para todos esses benefícios, a silimarina tem como função atuar de forma anti-hepatotóxica e protege o fígado de substâncias tóxicas. Além disso, e de sua ajuda no tratamento de doenças hepáticas, auxilia em distúrbios gastrointestinais e melhora a digestão.

Sinais que você pode precisar de silimarina

Disfunção hepática é um dos sinais mais significativos que você pode precisar de silimarina. Os problemas crônicos do fígado costumam causar ligeiras dificuldades cognitivas e fadiga. Sinais adicionais de disfunção hepática incluem fácil sangramento e hematomas, acúmulo de líquido abdominal e icterícia. O desconforto da bexiga e dos rins também pode indicar que você pode se beneficiar desse suplemento.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *